A cobra de água doce mais estranha do mundo

97

Esta pode ser considerada umas das cobras mais estranhas do mundo. Primeiro que elas têm o corpo mais avolumado e as escamas são arredondadas e depois que a pele é frouxa dando a impressão de serem maiores que as outras cobras. Por estas características são conhecidas como “serpente tromba de elefante” classificadas no gênero Acrochordus e na família Acrochordidae que só possui três espécies deste mesmo gênero. É considerada uma espécie primitiva.

É uma serpente de água doce e como não possui veneno matam suas presas por estrangulamento caçando por meio de emboscada. O tamanho alcança 2,5 metros. Geralmente se alimentam de peixes e anfíbios. Sua pele frouxa auxilia na captura das presas que geralmente são escorregadias. São frequentemente encontradas em rios e lagos em toda Austrália e Indonésia. Ativas durante a noite, as serpentes tromba de elefante podem ficar submersas por mais de 30 minutos.

As serpente tromba de elefante tem pele frouxa e por isso parece ser maior que as cobras que normalmente vimos por aí.
As serpente tromba de elefante tem pele frouxa e por isso parece ser maior que as cobras que normalmente vimos por aí.
As serpente tromba de elefante tem pele frouxa e por isso parece ser maior que as cobras que normalmente vimos por aí.
Acrochordus arafurae
As serpente tromba de elefante tem pele frouxa e por isso parece ser maior que as cobras que normalmente vimos por aí.
Acrochordus granulatus
As serpente tromba de elefante tem pele frouxa e por isso parece ser maior que as cobras que normalmente vimos por aí.
Acrochordus javanicus

 

Acrochordus-arafurae

Acrochordus arafurae

Acrochordus-granulatus

Acrochordus granulatus

Acrochordus–javanicus

 

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

COMPARTILHAR

Comentários