Aluno morre em sala de aula durante sessão de bullying

23

Na Russia um aluno foi morto durante sessão de bullying homofóbico. Identificado como Sergei Casper, de 17 anos,  jovem era visto como um garoto diferente dos demais. Ele gostava de cantar, ouvir música, além de ser fã de artes. Também era considerado um rapaz calmo, mas durante muito tempo, ouviu piadas a seu respeito por ser considerado gay pela maioria dos colegas.

O jovem foi amarrado por colegas no banheiro, onde esfregaram seu rosto na privada, xingando-o por ser diferente dos garoto normais, então o carregaram até a sala de aula e lá o jovem foi vítima de novas piadas. Os agressores colocaram um plástico filme na cabeça do garoto, que teve suas pernas e braços amarrados com um barbante. O jovem perdeu o equilíbrio e bateu o pescoço no canto da mesa da professora, que assistia às cenas, inerte, sem esboçar nenhuma reação.

Aluno morre em sala de aula durante sessão de bullying homofóbico
Aluno morre em sala de aula durante sessão de bullying homofóbico

Desacordado, o jovem era xingado por colegas com risos e gozações em sua volta. Mas presentes no local perceberam que o rapaz não se mexia mais e então entraram em pânico. O diretor da escola resolveu chamar uma ambulância. Quando os paramédicos chegaram no local,o garoto já estava sem vida.

Toda a cena foi gravada por câmeras instaladas dentro da sala de aula. Os pais do adolescente estão em choque e vão processar instituição de ensino.

A escola politécnica, informa que expulsou os alunos responsáveis pela agressão e também afastou a professora que assistiu sem interferir na ação. Em nota, a escola lamenta o caso afirmando que desconhecia qualquer prática de bullying dentro da instituição.

Irmão mais novo se despede de Segei durante o funeral Visitar página  Visualizar imagem
Irmão mais novo se despede de Segei durante o funeral
Visitar página Visualizar imagem

Comentários

comentários

COMPARTILHAR