Atleta da etnia Yawalapíti, participará do revezamento da Tocha Olímpica

5

O indígena Kamukaiká Lappa, do Xingu, foi um dos escolhidos para carregar a Tocha Olímpica nesta terça-feira (3/4) em Brasília.

Da etnia Yawalapíti, o atleta dará uma “volta olímpica” no Memorial dos Povos Indígenas, na região central da capital.

Kamukaiká Lappa Yawalapíti ensaia para levar a Tocha Olímpica no trajeto interno do Memorial dos Povos Indígenas. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Kamukaiká Lappa Yawalapíti ensaia para levar a Tocha Olímpica no trajeto interno do Memorial dos Povos Indígenas. Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Depois da entrada da tocha no memorial, haverá uma apresentação de indígenas do Xingu. Os indígenas esperam que os Jogos Olímpicos do Rio 2016, além de uma celebração esportiva, tragam mensagens de paz e de respeito à cultura dos índios brasileiros.

As organizações ligadas à luta pelos direitos dos indígenas farão manifestações durante a Rio 2016 para chamar atenção para questões como o sucateamento da Fundação Nacional do Índio (Funai) e os riscos de retrocesso com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215/00, que altera as regras para a demarcação de terras indígenas, remanescentes de quilombos e reservas.

Comentários com Facebook

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail: