Bares de Manaus viram Patrimônio Cultural Imaterial

257

Localizados no Centro Histórico de Manaus, os bares Caldeira, Jagandeiro e Armando,  foram incluídos na lista de Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Amazonas.
O projeto de Lei 4.199, de 23 de julho, foi sancionado pelo governador do Estado do Amazonas José Melo. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado de quinta-feira (23).

O Projeto de Lei, de autoria do deputado Bosco Saraiva (PSDB), foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), no dia 18. O projeto de lei estava tramitando na Aleam desde o mês de fevereiro.

“O projeto de lei favorece essas localidades com uma regra já pré-estabelecida e mantém a tradição da cidade, memória, e história. Manaus ganha muito com a transformação desses locais em Patrimônio Cultural Imaterial do Amazonas. No bar do Armando e do Caldeira, muitas histórias políticas, sociais e culturais aconteceram ao longo da existência de ambos”, disse o deputado, por meio da assessoria.

Bares de Manaus viram Patrimonio Cultural Imaterial
Bares de Manaus viram Patrimônio Cultural Imaterial

O Bar do Armando, muito tradicional, fica localizado no Largo de São Sebastião, foi fundado na década de 70 pelo português Armando Dias Soares, que chegou a Manaus em 1953 e morreu em abril de 2012, aos 77 anos. Bandeiras de diferentes países e blusas penduradas no teto fazem a decoração do espaço conhecido como antigo ponto de encontro de artistas e intelectuais da capital. Todos os anos, o local recebe o famoso carnaval de rua da “Banda da Bica”. O apreciado sanduíche de pernil e bolinhos de bacalhau podem ser encontrados no bar de quinta e sexta: até 3h. Domingo: até 0h.

Fundado em 1948, o Bar Jangadeiro fica localizado na Rua Marquês de Santa Cruz. A pedida gastronômica é o escondidinho de pirarucu e macaxeira, além do sanduíche de pernil. O estabelecimento também oferece shows de música brasileira. Boi-bumbá e clássicos do rock nacional. O local fica aberto de terça-feira a segunda, das 8h às 22h.

Bares de Manaus viram Patrimonio Cultural Imaterial
Bares de Manaus viram Patrimônio Cultural Imaterial

O tradicional “Bar Caldeira” fica localizado na rua José Clemente. O bar, que tem mais de 50 anos de história, tem em uma das paredes uma fotografia que registra a visita do poeta Vinícius de Moraes ao local, quando conheceu Manaus em 1973. Opções de cerveja e música ao vivo são atrativos do espaço, que abre ao público de segunda a sábado: 10h-2h; domingo: 8h às 23h.

Bares de Manaus viram Patrimonio Cultural Imaterial
Bares de Manaus viram Patrimônio Cultural Imaterial

 

 

Comentários com Facebook

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail: