Com ritmo de funk proibidão, FDN dá detalhes do massacre e avisa que isso só é o início de uma guerra. Ouça

2597
Integrantes da facção criminosa FDN fazem funk AMEAÇANDO o Estado e exaltando o massacre / Foto : Divulgação
Integrantes da facção criminosa FDN fazem funk AMEAÇANDO o Estado e exaltando o massacre / Foto : Divulgação

O batidão de funk que está circulando pelas redes sociais, principalmente WhatsApp, desde a ultima quarta feira (04), dá detalhes do massacre que ocorreu no domingo (1) no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, onde foram 56 mortos e avisa: A guerra apenas começou.

A facção criminosa Família do Norte / AM (FDN) autora do massacre contra a facção criminosa Primeiro Comando da Capital /SP (PCC), narra através de 2 minutos e meio, de como tudo desenrolou no ultimo dia 01 de janeiro. Com muitos erros de gramática, o funk dá detalhes sobre como os criminosos estão motivados com o crime:  “Aqui é o crime organizado. Está tudo monitorado. Fechado aos aliado, representa o nosso Estado. Decretado o poder, a ordem vou te dizer. Foi batido o martelo pra ‘torar’ (matar) os PCC. O comando é um só, tá daquele jeito. Representa FDN, junto é o Comando Vermelho. Pega a visão, é a conexão”.

Em uma outra parte da música, as mortes violentas, corpos esquartejados e decapitados são lembrados pelos bandidos da facção FDN. “Tomamo de assalto todo o cadeião. Quem pagou de doido, sentiu o poder da família. O bagulho foi mais doido, batemo igual galinha. Foi troca de tiros, polícia não peitou. A bala comendo solto e a Rocam recuou. Tava tudo dominado, a cadeia em nossa mão. Os preso tudo decapitado, na quadra do cadeião”.

Na terceira parte da musica, a letra diz que a força que a facção tem ainda não foi completamente explanada e que esse massacre só é o início de uma guerra. “Vou passando outra visão para o Estado se ligar. Nossa estrutura aqui é forte e jamais vão nos derrubar. Pode anotar, escreve o que eu to falando. A força da FDN só tá começando. Então não desacredita que a guerra só começou. É a Família do Norte botando o maior terror. Nós aqui é pelo certo e não aguenta safadeza. Foi mídia no mundo todo, arrancamo várias cabeças. Um aviso eu vou dar, então fica ligado. Somos da FDN e CV lado a lado”.

Ouça abaixo o Funk da FDN

Comentários com Facebook

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail: