Depois da indignação popular, José Melo exonera Alberto Pelegrine

2

O Governador José Melo exonerou, na segunda-feira (20/6), o funcionário da Rádio Difusora, Alberto Pelegrine que aparecia na folha de pagamento da Casa Civil do Amazonas, com salário de R$ 4.209,79 (mensal). O caso repercutiu nas redes sociais, pois Pelegrine é funcionário da Difusora, de propriedade do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Josué Filho.

Além do repórter a folha de pagamento do estado também comporta parentes de juiz , e os gastos vão ate  R$ 34,8 milhões.

Pelegrine sempre elogiava o governador, nas transmissões da rádio, quase que de forma institucional. A exoneração do repórter também está assinada pelo secretário Raul Zaidan.

O governador José Melo alega falta de recursos para Saúde, mas não falta dinheiro para pagar os altíssimos salários dos cargos comissionados dos seus amigos e parentes do grupo político.

São 568 funcionários na Casa Civil, só em 2016 o Governo do Amazonas pagou R$ 14,4 milhões com os salários desses servidores.

Depois da indignação popular, José Melo exonera Alberto Pelegrine
Depois da indignação popular, José Melo exonera Alberto Pelegrine
Comentários com Facebook

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail: