Dono da JBS grava Temer autorizando a compra do silêncio de Eduardo Cunha

103

Nesta quarta-feira (17/5) uma nova delação incendiou o mundo político nacional e as chamas chegaram ao Palácio do Planalto. Em uma gravação feita por Joesley Batista dono da JBS, o presidente da República, Michel Temer (PMDB), dá o aval para que o silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja comprado. As informações são do jornal O Globo.

Dono da JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio Cunha - Ailton de Freitas / Agência O Globo
Dono da JBS grava Temer dando aval para compra de silêncio Cunha – Ailton de Freitas / Agência O Globo

Segundo a reportagem, em uma conversa com Joesley, Temer indicou o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para resolver um assunto da J&F — holding que controla a JBS, maior produtora de carne do mundo. Posteriormente, Loures foi filmado recebendo uma mala com R$ 500 mil enviados por Joesley. Temer também ouviu do empresário que estava dando a Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: “Tem que manter isso, viu?”.

As informações foram confirmadas, na quarta-feira passada (10/5) por Joesley Batista e o seu irmão Wesley ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator da Operação Lava Jato na Corte.

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

COMPARTILHAR

Comentários