Em “Jogos Vorazes” russo, vale tudo pelo prêmio de US$ 1,6 milhões, até estupro e assassinato

226

Um reality show na Russia está dando o que falar. “Game2: Inverno” estreia em julho com 30 participantes soltos na Sibéria, mas a polêmica fica por conta das regras: elas não existem.

Vale tudo no reality show, inclusive estupro e assassinato. Os participantes devem assinar um termo isentando os produtores de qualquer responsabilidade. E eles afirmam que não vão interferir em nenhuma circunstância.

Em entrevista ao jornal Siberian Times, o empresário russo Yevgeny Pyatkovsky, idealizador do programa, afirmou que a produção “recusará qualquer reclamação dos participantes, mesmo que sejam assassinados ou estuprados”.

Em "Jogos Vorazes" russo, vale tudo pelo prêmio de US$ 1,6 milhões, até estupro e assassinato
Em “Jogos Vorazes” russo, vale tudo pelo prêmio de US$ 1,6 milhões, até estupro e assassinato

Os produtores alertam, porém, que os participantes estarão em território russo e deverão obedecer às leis da Federação russa – a polícia poderá ser acionada para que sejam presos caso cometam algum crime.

O programa, que acontecerá em um espaço de 900 hectares e contará com duas mil câmeras, deve premiar o vencedor com uma quantia de mais de cinco milhões de reais. Os participantes receberão treinamento de sobrevivência com ex-agentes de uma força especial militar de elite da Rússia para lidar com temperaturas que chegam a -40° C.

Segundo o jornal Siberian Times, a região é infestada de ursos. Cada um pode levar 100 quilos de equipamento — a única proibição são armas de fogo. Os participantes serão escolhidos por uma votação online e pessoas do mundo inteiro já se candidataram.

Reality show permitirá estupros e assassinatos por prêmio de R$ 5 mi
Reality show permitirá estupros e assassinatos por prêmio de U$ 1,6 milhão de dólares

Comentários

comentários

Loading...