José Melo segue no governo do AM, segundo TSE

3287

Por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o governador José Melo (PROS) seguirá no cargo até que seja publicado o acórdão com a decisão sobre a cassação de seu mandato.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), desembargador Yedo Simões, confirmou a informação nessa sexta-feira (5/4) em coletiva de imprensa.

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), David Almeida, assume o cargo até que sejam realizadas as eleições diretas para escolha do novo governador.

Até o momento não foi encaminhada nenhuma ordem oficial para a saída imediata de José Melo e do vice, Henrique Oliveira. O assunto será tratado na segunda-feira, quando o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, que se encontra viajando, reassumirá a presidência da corte, de acordo com o desembargador Yedo Simões.

A nova eleição para governador do Amazonas deve custar entre R$ 14 e R$ 17 milhões, segundo a direção do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

O pleito, que ainda não possui data definida, mais provável seria agosto ou primeiro domingo de setembro de 2017, dependendo da execução do processo, informou o desembargador Yedo Simões.

Imagem de Divulgação
Governador José Melo (PROS) – Imagem de Divulgação

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

COMPARTILHAR

Comentários