Juiz determinou nulidade de toda investigação do MPE-AM contra Adail Pinheiro

506

O juiz da Comarca de Coari Fabio Lopes Alfaia determinou a nulidade de toda investigação realizada pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), com a retirada total dos autos em uma ação penal ingressada contra Adail Pinheiro, além de 6 réus em crimes de pedofilia.

A decisão do magistrado foi publicada, na sexta-feira (16/12), no Diário Oficial do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), no Caderno do Interior do Estado.

Desde o dia 10 de novembro deste ano, por determinação do juiz titular da Vara de Execuções Penais (VEP), Luís Carlos Valois, Adail Pinheiro cumpre prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica.

O juiz de Coari alegou que as provas devem ser anuladas porque, na época das investigações, Adail Pinheiro era prefeito e tinha prerrogativa de foro e, então, as investigações tinham que se acompanhadas por um desembargador, segundo o Fabio Lopes Alfaia.

Adail Pinheiro - Imagem de divulgação
Adail Pinheiro – Imagem de divulgação

Comentários

comentários

Loading...