Ladrões em moto roubam celular de jovem à luz do dia no bairro Dom Pedro

3612

Na tarde de ontem, quarta-feira (08), a reportagem do portal ACrítica flagrou o momento exato em que dois homens , em uma motocicleta, furtam o celular de um jovem, de 20 anos, no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste. O fato ocorreu na rua Bartolomeu Buenos, próximo à Escola Estadual Petrônio Portela. Celulares têm sido o alvo preferido de criminosos no bairro e moradores relatam o terrorismo que a bandidagem tem causado na área.

O jovem estava sentado na esquina da sua residência e aguardava o pai para levá-lo ao cinema. Enquanto mexia no celular, dois homens em uma motocicleta, de cor preta e placa falsa OAD 5841, se aproximaram próximo dele e o garupa arrancou o aparelho telefônico das mãos dele. O mesmo ainda correu atrás dos criminosos, mas sem sucesso. Aos prantos, o rapaz, que possui distúrbio de crescimento, ficou bastante irritado e desabafou: “Por isso que quero me mudar daqui (do bairro Dom Pedro), eu não aguento mais”.

A mãe do jovem, uma senhora idosa, informou que o bairro está muito perigoso e que os assaltos são frequentes. “Moro aqui há 35 anos. Está difícil. Todo dia ouço morador dizendo que foi roubado na rua ou em sua casa”, relatou.

Uma professora de 66 anos relembrou que, certo dia, estava em um ponto de ônibus no bairro quando dois homens em uma moto passaram e um deles, armado com uma faca, puxou seu cordão de ouro. Sua filha, uma analista de planejamento de 38 anos, também foi alvo dos criminosos.

Segundo ela, o modo de operação nos furtos é sempre o mesmo: dois homens ou um casal em motocicleta. “Aqui é normal. Eles vêm armados mesmo. Me levaram tudo: celular, bolsa”, contou. A recém formada em turismo, Narell Dutra, 22, relembrou que no último domingo foi furtada por um homem e uma mulher em uma moto. “Estava caminhando na rua Bartolomeu, quando esse cara pediu informação e me roubou. Em seguida, a moça na moto pegou ele e fugiu”, relatou Narell. Ela teve o celular, cartões e dinheiro roubados em plena luz do dia.

Moto roubada e identificada

Após o flagrante do furto no bairro Dom Pedro, o chefe de investigação do 10º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Écio Olímpio, iniciou as buscas para identificar os suspeitos dos furtos cometidos no bairro. De acordo com o policial civil, algumas denúncias de furto e roubo na área têm chegado ao conhecimento da delegacia e que as investigações estão em andamento desde então.

Ontem, o investigador descobriu a placa verdadeira usada no assalto ao jovem de 20 anos. “Eles estavam em uma moto, CG preta, de placa fria OAD 5841, mas descobrimos que a placa verdadeira é OAC 5941, que foi furtada no dia 1º março no Santa Etelvina. Inclusive os criminosos estavam com o capacete vermelho da vítima quando efetuaram o furto contra esse jovem. Agora vamos em busca dessa motocicleta para, enfim, chegar aos dois suspeitos desse e de outros crimes no bairro”, disse.

Fotos: Jander Robson/Portal A Crítica
Fotos: Jander Robson/Portal A Crítica
Fotos: Jander Robson/Portal A Crítica
Fotos: Jander Robson/Portal A Crítica
Fotos: Jander Robson/Portal A Crítica
Fotos: Jander Robson/Portal A Crítica
Fotos: Jander Robson/Portal A Crítica
Fotos: Jander Robson/Portal A Crítica

FONTE: Portal A Crítica

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

COMPARTILHAR

Comentários