Morte de gorila em zoológico gera polêmica e comoção nas redes sociais

20

O sacrifício de um gorila no zoológico de Cincinnati, nos Estados Unidos, após um menino de 4 anos ter caído na área de isolamento do animal, tem gerado revolta nas redes sociais. E levantou questões sobre segurança, mas representantes do zoológico consideraram a decisão de usar força letal uma escolha dura, mas necessária

O menino passou por uma barreira e caiu de uma altura de cerca de quatro metros dentro do poço que cerca o habitat, onde Harambe, um gorila de 181 quilos, o agarrou, informou o diretor do zoológico, Thane Maynard.

A criança ficou por cerca de 10 minutos com o gorila, de 17 anos, e a equipe de resposta contra riscos de animais considerou a situação como uma ameaça à vida do menino. “Foi feita a escolha de abater Harambe, então ele se foi”, disse.

Duas gorilas fêmeas também estavam no habitat no momento do incidente. Maynard disse que o menino, ainda não identificado, não ficou seriamente ferido pela queda. Em um comunicado, o zoológico disse que ele foi levado a um hospital.

Harambe nasceu no zoológico de Gladys Porter, no Estado do Texas, e mudou-se para Cincinnati em 2014. Os gorilas das planícies ocidentais são uma espécie ameaçada, e Maynard disse que o zoológico esperava utilizar o animal morto para reprodução.

O sacrifício do gorila causou revolta e levantou questões sobre segurança, mas representantes do zoológico consideraram a decisão de usar força letal uma escolha dura, mas necessária.

Morte de gorila em zoológico gera polêmica e comoção nas redes sociais
Morte de gorila em zoológico gera polêmica e comoção nas redes sociais
Morte de gorila em zoológico gera polêmica e comoção nas redes sociais
Morte de gorila em zoológico gera polêmica e comoção nas redes sociais
Morte de gorila em zoológico gera polêmica e comoção nas redes sociais
Morte de gorila em zoológico gera polêmica e comoção nas redes sociais
Comentários com Facebook

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail: