MP recusa vídeo de Luiza Brunet com Parisotto gravado por ela após agressão

9

Entre as provas que Luiza Brunet usou para acusar o ex-namorado, Lírio Parisotto, de agressão, está um vídeo gravado pela atriz após a suposta briga. Nele, o bilionário de 62 anos aparece seminu deitado na cama do apartamento em Nova York, nos EUA, minutos após a confusão.

As imagens foram gravadas por Luiza e anexados aos processo. Mas que, segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo, o Ministério Público de São Paulo rejeitou o material como prova. Nesta sexta-feira (29/7), o órgão confirmou a informação.
Além de exibir a fotografia do rosto machucado, Luiza também gravou um vídeo de 39 segundos em que mostra o empresário coberto com um roupão de banho, tentando impedir a filmagem e chutando o celular da atriz. Na sequência, ele acende um charuto e passa a observar a modelo, que narra:

“Esse é o Lírio Parisotto pelado. Acabou de me encher de porrada. Por quê? Porque é um idiota! Esse moço aqui, ó. Tá vendo? Esse aqui é o Lírio Parisotto. Me bateu hoje, me bateu outras vezes e me bateu hoje de novo por causa da ex-mulher dele, né? A dona Tânia. Hoje, uma hora da manhã. São uma hora da manhã. Esse senhor me bateu”, acrescenta. “Não me bateu? Me bateu, Lírio? Tá vendo, ó!. Ó o nível”, finaliza.

O MP-SP analisou as imagens e concluiu que o vídeo não mostra Lírio agredindo a atriz. O órgão, então, considerou o conteúdo pouco relevante para a denúncia. Para os investigadores, a gravação mostra apenas o ambiente de tensão do então casal.

Mesmo sem essa prova, o Tribunal de Justiça de São Paulo aceitou a denúncia de Luiza contra Lírio Parisotto e transformou o bilionário em réu no processo de agressão. O empresário pode ser condenado por lesão corporal e lesão grave. Além da agressão do dia 21 de maio em Nova York, Luiza afirma ainda que o ex quebrou um dedo dela durante uma briga em dezembro de 2014. Segundo ela, isso a impediu de trabalhar.

Já Lírio acusa a ex-modelo de ser agressiva, diz que apenas tentou contê-la e afirma que a atriz lhe jogou um copo de vidro durante uma discussão num passeio de barco pela Grécia. O episódio, segundo ele, aconteceu no ano passado e teria terminado no hospital, com o empresário levando dez pontos na perna.

Em nota enviada, o advogado de Luiza Brunet, Pedro Fonseca Neto, comentou a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, que acatou denúncia do Ministério Público contra empresário por duas agressões à atriz, e disse que o processo corre em segredo de Justiça.

“Em relação à justa e fundamentada decisão da Juíza de Direito que acolheu a denúncia feita pelo Ministério Público do Estado de São Paulo, o advogado da modelo e atriz Luiza Brunet esclarece que o processo corre em segredo de justiça e que ela vai se resguardar para prestar declaração na Vara de Violência Doméstica. Luiza confia no Ministério Público, na Justiça e na condenação do culpado. Denunciar a violência doméstica é sempre o melhor caminho.”

MP recusa vídeo de Luiza Brunet com Parisotto gravado por ela após agressão
MP recusa vídeo de Luiza Brunet com Parisotto gravado por ela após agressão

Fonte: Extra

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

Comentários