Operação Roleta Russa investiga desvio de 22 armas do Instituto de Criminalística

7

Na manhã desta terça-feira (16/8),  a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) deflagrou a Operação Roleta Russa,  para investigar o desvio de 22 armas de fogo do Instituto de Criminalística (IC), nos anos entre 2015 e 2016.

A equipe Corregedoria Geral mais 34 policiais de diversas unidades participaram da ação, onde 3 suspeitos foram presos, o investigador da Polícia Civil, lotado no IC, Nathanael Gonzalez, a assistente administrativa da Polícia Civil Joana D’Arc Cruz da Silva e o comerciante Adauto Leite da Silva Junior.

Além dos três mandados de prisão temporária foram cumpridos: cinco mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva, todos expedidos pela 6ª Vara Criminal da Comarca de Manaus.

As investigações tiveram início após PMs terem descoberto, durante uma ocorrência de porte ilegal de arma, que uma a pistola Taurus, modelo PT840, número de série SET76196, seria a mesma arma de fogo apreendida dias antes. Ou seja, a arma encaminhada ao Instituto de Criminalística teria sido desviada e voltado para as ruas.

Após levantamentos internos no Instituto de Criminalística foi confirmado o desvio de 22 armas de fogo entre os anos de 2015 e 2016, sendo 21 delas no plantão de uma mesma servidora, Joana D’Arc Cruz da Silva. A servidora e outros suspeitos foram monitorados pela equipe de investigação nos últimos três meses.

Operação Roleta Russa investiga desvio de 22 armas do Instituto de Criminalística
Operação Roleta Russa investiga desvio de 22 armas do Instituto de Criminalística

Comentários

comentários