Policial agride paciente recém-operado em Hospital

4

Na madrugada deste domingo (6/03), um policial militar fardado, identificado como cabo Heleno Garcia, agrediu um paciente ( que é presidiário) com vários socos dentro do Hospital Padre Colombo, no município de Parintins (distante 369 quilômetros).

Imagens feitas por pacientes do Hospital
Imagens feitas por pacientes do Hospital

O fato foi registrado por testemunhas que filmaram a ação, e o vídeo rapidamente se espalhou nas redes sociais. O paciente estava recém-operado e mesmo assim sofreu várias agressões.

A esposa do agressor, que é citada no vídeo, também é policial militar e estava acompanhando o presidiário no hospital. O paciente, identificado somente como Vanderson, nega que tenha ameaçado a esposa do policial, e disse ele que cumpre pena há um ano.

O Hospital Padre Colombo é uma unidade filantrópica, que possui convênio com a Secretaria Estadual de Saúde e com a Prefeitura do município. O coordenador das Cáritas da Diocese de Parintins, bispo Dom Giuliano classificou o ocorrido como uma “ação brutal”. De acordo com o bispo, não foi a primeira agressão, o policial já teria ido ao hospital, na mesma noite e agredido o paciente. As imagens foram feitas quando o PM voltou, e pacientes indignados, resolveram filmar a atitude do agressor.

O comandante do 11º Batalhão de Polícia Militar de Parintins, tenente-coronel Valadares Júnior, informou que assim que tomou conhecimento do vídeo, identificou o cabo e tentou localizá-lo. Mas, o cabo não foi encontrado e familiares disseram que ele estaria aproveitando o dia de folga no município de Nhamundá, próximo de Parintins.

O policial estava de serviço na unidade prisional da cidade quando recebeu uma ligação de sua esposa, dizendo que este paciente teria dito palavras de baixo calão para ela. Ele imediatamente abandonou seu posto de trabalho e foi para o hospital, onde tomou essa atitude impensada.

Ainda segundo Valadares, o policial poderá ser preso se ainda for localizado em flagrante. Caso contrário, será aberto uma sindicância.

Comentários com Facebook

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail: