Vítimas mortas em acidente com ministro foram conhecer o litoral

257

Acidente aéreo da última quinta-feira (19), no litoral do Rio de Janeiro, que vitimou cinco pessoas, entre elas o ministro do Superior Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, fez também como vítima, mãe e filhas que estavam indo conhecer o litoral.

De acordo com Rose Pana, irmã de Maria Hilda Panas (55 ) e tia de Maíra Panas (24) vitimadas no acidente acidente aéreo, elas estavam indo se divertir no Rio de Janeiro. Ainda, segundo Rose, a viagem era um presente do dono do hotel em que Maíra trabalhava para elas irem comemorar o aniversário da Rose conhecendo Paraty (RJ) e Angra dos Reis (RJ).

Rose afirmou, que Maíra trabalhava na rede de hotéis como fisioterapeuta, e saíram no mesmo horário que aquele voo. Depois disto, ninguém mais conseguiu contato. Iam comemorar o aniversário da sua irmã, que foi no último dia 14 de janeiro. O marido da outra filha da Maria Hilda está indo para o Rio de Janeiro cuidar da liberação dos corpos, explicou Rose.

Letícia Lima, que era amiga de Maíra, foi quem teve a difícil missão de informar a família: “Eu estava mantendo contato com ela. A viagem já estava planejada com o Carlos Alberto, Bateu o horário, tudo. Depois, conseguimos contato com uma pessoa que estava acompanhando o voo e veio a confirmação. Sendo assim, avisei a irmã da Maíra e o restante da família”, relatou.

Maria Hilda morava em Juína, onde trabalhava como coordenadora de uma escola. Ela era professora e tinha pelo menos duas pós-graduações. A mulher de 55 anos nasceu em Guarapuava (PR). Já Maíra nasceu em Juína e estava morando no estado de São Paulo. Ela atuava como fisioterapeuta de uma rede de hotéis. Ainda não há informação de onde acontecerá o velório e o sepultamento: “Isso é a filha da minha irmã que vai decidir”.

Segundo a assessoria de comunicação da Infraero, a aeronave decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo, com destino a Paraty, e caiu próximo à Ilha Rasa, a 2 km de distância da cabeceira da pista do aeroporto da cidade fluminense. O avião é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas. Além dos já citados, também estavam no voo o piloto Osmar Rodrigues, de 56 anos e o empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras.

O documento da aeronave estava regular, segundo a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac). O certificado era válido até abril de 2022, e inspeção da manutenção (anual) válida até abril de 2017. A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 1º Distrito Naval, informou que tomou conhecimento da queda de uma aeronave na altura da Ilha Rasa por volta das 13h45 desta quinta-feira.

Maria Hilda Panas ( 55 anos ) e Maíra Panas (24 anos) / Divulgação
Maria Hilda Panas ( 55 anos ) e Maíra Panas (24 anos) / Divulgação

Fonte : Olhar Direto / No Amazonas é Assim

Comentários

comentários

Loading...