2 filhotes de onça-parda são atropelados em estrada. Um morreu e outro ficou ferido

193

Uma tragédia ambiental tomou conta da manhã deste sábado (4), na rodovia MS 040, por volta das 9h da manhã, um agente da Polícia Militar Ambiental socorreu um filhote de onça-parda (Puma-concolor) vítima de atropelamento. O animal foi encontrado ferido, ao lado de outro filhote, que estava totalmente estraçalhado.

O acidente ocorreu na altura do quil√īmetro 151, da rodovia MS 040, que liga a cidade de Santa Rita do Pardo √† Campo Grande. O animal foi socorrida a aproximadamente uma hora do atropelamento.

O filhote encontrava-se em estado grave e possuía vários ferimentos provocados pelo atropelamento, aparentemente com ossos quebrados. Ele foi envolvido em um tecido e foi removido ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS) em Campo Grande, onde ainda chegou com vida e recebe atendimento médico veterinário.

A rodovia MS 040, concluída em 2014, atualmente é uma estrada com grande índice de atropelamento de animais silvestres. Só hoje, o policial que socorria o filhote de onça verificou mais três animais mortos, atropelados entre a madrugada e às 10h30. Foram eles: um tatu-peba, um filhote de tamanduá-bandeira e uma seriema. Várias carcaças de animais são encontradas no acostamento da rodovia, especialmente, de antas.

ALERTA AOS MOTORISTAS

Em nota, a PMA orienta aos motoristas para manterem a velocidade permitida nas vias e terem muito cuidado aos acostamentos, especialmente, em áreas onde existem florestas, onde há maior probabilidade de os animais atravessarem. Se mesmo assim houver o acidente, estacione o veículo em local seguro e verifique se o animal ainda se encontra com vida. Caso positivo, execute o socorro, ou telefone aos órgãos ambientais. Se o bicho estiver morto, retire-o ao acostamento da rodovia para não prejudicar e evitar acidentes.

(Foto: Divulgação/PMA)
(Foto: Divulgação/PMA)

Coment√°rios