A lenda do tucunaré

A origem do tucunaré pode ser explicada pelos índios que contavam uma lenda, que em certa tribo indígena no Amazonas, vivia um índio muito estranho, ele morava em toco de árvore que tinha buraco tipo caverna e esse toco já era um tanto apodrecido, ele pintava seu corpo no ponto que ficava todo colorido, nas cores: esverdeado, preta, azul, amarelo, etc.

A lenda do tucunaré
A lenda do tucunaré

Esse índio, gostava de pescar, e quando ia pescar mergulhava para apanhar o peixe lá no fundo do rio, e geralmente ele só pescava na reponta da maré, ou seja, logo que a água começa a encher, seu peixe mais preferido era a piranha, com o tempo esse índio desapareceu misteriosamente. E daí surgiu um peixe todo colorido, que o chamaram de “Tucunaré” em lembrança aquele índio que morava em toco de árvore e pescava na reponta da maré.

Dizem os pescadores da região, que o tucunaré desova num toco de árvore apodrecido, que está no fundo do rio, e ataca suas presas na reponta da maré e é o único predador de piranhas.

Peixe  tucunaré
Peixe tucunaré

 

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas

9 Comentários

  1. Richard Pontes

    12 de setembro de 2013 às 16:04

    interessante . quando se trata de lendas chego a acreditar

  2. Richard Pontes

    12 de setembro de 2013 às 16:04

    interessante . quando se trata de lendas chego a acreditar

  3. Evaldo Paulino

    12 de setembro de 2013 às 16:12

    eu amooooooooooooooo essas coisas do amazonas amo muito

  4. Evaldo Paulino

    12 de setembro de 2013 às 16:12

    eu amooooooooooooooo essas coisas do amazonas amo muito

  5. Leonardo Antunes

    12 de setembro de 2013 às 20:25

    Seria mais apropriado o nome de Toconaré! não seria? 🙂

  6. Leonardo Antunes

    12 de setembro de 2013 às 20:25

    Seria mais apropriado o nome de Toconaré! não seria? 🙂

  7. Jaqueline Rabelo

    8 de outubro de 2013 às 19:30

    é maneiro , acreditar é que é!

  8. Jaqueline Rabelo

    8 de outubro de 2013 às 19:30

    é maneiro , acreditar é que é!

  9. Donizetti Reinaldo

    19 de janeiro de 2014 às 13:37

    tucunare muito bom