A Lenda do Uirapuru

5581
O Uirapuru é a ave-símbolo do Amazonas
O Uirapuru é a ave-símbolo do Amazonas
Você sabia que o Uirapuru é a ave-símbolo do Amazonas? Você já ouviu o canto do uirapuru? Você já ouviu na lenda do uirapuru? Básicamente, o uirapuru é um pássaro pequeno cujo canto excepcional inspirou diversas lendas, tornando-se para as selvas brasileiras o que o Rouxinol é para o mundo europeu e asiático. É dito que seu canto é tão belo, que os outros pássaros guardam silêncio para ouvi-lo.
Vamos portanto dividir o pássaro real e a lenda, afinal o pássaro “veve”.

O pássaro

Se você procurar no google por “Uirapuru” é capaz de você encontrar diversos pássaros laranjas, pois várias espécies de pássaros são conhecidas como Uirapuru, mas aquele conhecido como Uirapuru verdadeiro é Cyphorhinus aradu,  um pássaro “marronzinho” encontrado somente nas selvas amazônicas. Sua fama como amuleto de sorte é tamanha que o pequeno pássaro corre risco de extinção.
O Uirapuru verdadeiro é o Cyphorhinus Aradu
O Uirapuru verdadeiro é o Cyphorhinus Aradu
O termo é originário da língua Tupi-guarani "wirapu 'ru" e aplica-se ainda a outros trogloditíneos e pipríneos amazônicos. É famoso pelo seu canto e pelas lendas que o envolvem.
O termo é originário da língua Tupi-guarani “wirapu ‘ru” e aplica-se ainda a outros trogloditíneos e pipríneos amazônicos. É famoso pelo seu canto e pelas lendas que o envolvem.
O uirapuru-verdadeiro (Cyphorhinus aradus) é uma ave canora conhecida pelo seu canto particularmente elaborado, o que justifica que também seja conhecido vulgarmente como músico ou corneta. Ilustração de Keulemans, 1881
O uirapuru-verdadeiro (Cyphorhinus aradus) é uma ave canora conhecida pelo seu canto particularmente elaborado, o que justifica que também seja conhecido vulgarmente como músico ou corneta.
Ilustração de Keulemans, 1881

 

A lenda

"O homem que obtiver uma pena, terá sorte nos negócios e com as mulheres. A mulher que conseguir um pedaço do ninho terá a pessoa que ama apaixonada e fiel pelo resto da vida. Quem ouvir o canto deverá fazer um pedido, que será rapidamente realizado."
“O homem que obtiver uma pena, terá sorte nos negócios e com as mulheres. A mulher que conseguir um pedaço do ninho terá a pessoa que ama apaixonada e fiel pelo resto da vida. Quem ouvir o canto deverá fazer um pedido, que será rapidamente realizado.”

Dizem que no Sul do Brasil, havia uma tribo de índios, cujo cacique era amado por duas moças muito bonitas. Não sabendo qual escolher, o jovem cacique prometeu casar-se com aquela que tivesse melhor pontaria. Aceita a prova, as duas índias atiraram as flechas, mas só uma acertou o alvo. Essa casou-se com o chefe da tribo. A outra chamada Oribici chorou tanto que suas lágrimas formaram uma fonte e um córrego. Pediu ela a Tupã que a transformasse num passarinho para poder visitar o cacique sem ser reconhecida. Tupã fez a sua vontade. Mas verificando que o cacique amava a sua esposa, Oribici resolveu abandonar aqueles lugares. E voou para o Norte do Brasil, indo parar nas matas da Amazônia. Para consola-lá, Tupã deu-lhe um canto melodioso. Assim canta para esquecer as suas mágoas, e os outros pássaros quando encontram o uirapuru, ficam calados para ouvir as suas notas maravilhosas.

Uirapuru quer dizer: “pássaro que não é pássaro”.
O uirapuru é conhecido como o pássaro da felicidade. Seu canto é único e melodioso, encanta pela beleza das notas. Os caboclos da região amazônica creditam a este pássaro dotes fantásticos, chegando a empalhá-lo para ser vendido nas feiras como amuleto.
Quando o uirapuru canta, toda a floresta silencia para ouví-lo. É um momento mágico e único.

Reportagem da Rede Globo e o legítimo canto do Uiarupuru entoado em Balbina no Amazonas

Comentários

comentários

Loading...