A tradição das Pastorinhas vira Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas.

84

Amazonas – De herança portuguesa, a tradição das Pastorinhas virou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. Apresentado pela deputada estadual Alessandra Campêlo (PMDB), o Projeto de Lei 220/2016 foi aprovado por unanimidade pela Assembleia Legislativa do Amazonas na sessão da quarta-feira (12).

a tradição das Pastorinhas virou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. / Divulgação
a tradição das Pastorinhas virou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. / Divulgação

A manifestação das Pastorinhas foi implantada no Brasil por volta do século XVI e se espalhou por todas as regiões do país, com características próprias em cada uma delas. A tradição era coordenada pelas igrejas católicas espalhadas nas cidades e, atualmente, é preservada pelas próprias comunidades, trazendo a manifestação popular sobre o nascimento do Menino Jesus e a própria cultura do Natal.

No Amazonas, a tradição das Pastorinhas continua viva, sendo muito forte em municípios como Parintins (a 369 km de Manaus).

a tradição das Pastorinhas virou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. / Divulgação
a tradição das Pastorinhas virou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. / Divulgação
Loading...

O projeto de Alessandra foi idealizado a partir da demanda do Instituto Cultural Ajuri (Inca), organização não governamental voltada para a promoção do desenvolvimento sócio-cultural de crianças, adolescentes e jovens da Amazônia.

Segundo o coordenador do Inca, Marcos Moura, a aprovação do projeto da deputada é um marco na história da cultura amazonense. “Com a aprovação dessa lei, a Pastorinhas, Pastorais e Pastoris do Amazonas terão a garantia legal de serem salvaguardadas pelo Estado por meio das políticas públicas de cultura”, comentou Moura, completando: “As Pastorinhas natalinas, são herança cultural lusitana que se integrou à cultura popular brasileira, atravessando séculos de resistência com a força de sua tradição. Fé que se tornou folclore celebrando o nascimento de Cristo, influenciando sucessivas gerações com a cultura da paz, valor importantíssimo para a superação da violência e da intolerância típicas da sociedade contemporânea”.

Para a deputada, a aprovação do projeto representa um avanço no reconhecimento das manifestações culturais populares no Estado. “Vai ser mantida uma tradição de mais de três séculos e estou muito feliz por contribuir com a cultura do Amazonas, por contribuir com a manifestação cultural das Pastorinhas que uma apresentação muito bonita para quem já teve a oportunidade de assistir, é algo que remete às nossas raízes”, concluiu Alessandra.

a tradição das Pastorinhas virou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. / Divulgação
a tradição das Pastorinhas virou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Amazonas. / Divulgação

Com informações da Assessoria

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook