Açaí contaminado é suspeito de causar doença de chagas em Lábrea, no Amazonas

111

Nesta ter√ßa-feira (2) a Funda√ß√£o de Vigil√Ęncia em Sa√ļde do Amazonas confirmou a notifica√ß√£o de tr√™s casos de Doen√ßa de Chagas Aguda por Transmiss√£o Oral procedentes do munic√≠pio de L√°brea, a 702 quil√īmetros (Km) de Manaus.

Dois pacientes estão em tratamento na capital do estado e um terceiro segue sob acompanhamento médico em Lábrea. Outros dois casos estão sendo investigados.

Amazonas confirma três casos de doença de chagas no estado - Imagem: Divulgação
Amazonas confirma três casos de doença de chagas no estado РImagem: Divulgação

A suspeita é que a doença foi contraída por meio do consumo de açaí contaminado.
O alimento teria sido preparado por pequenos produtores locais e não há indícios de comercialização para outras cidades.

O presidente da Funda√ß√£o de Vigil√Ęncia em Sa√ļde, Bernardino Albuquerque, informou que a fiscaliza√ß√£o foi refor√ßada no munic√≠pio. ‚ÄúN√≥s temos trabalhado com essa quest√£o da sensibiliza√ß√£o e a educa√ß√£o desses produtores. Na grande maioria das vezes, o que ocorre √© a presen√ßa do barbeiro que eventualmente √© triturado junto com o a√ßa√≠.‚ÄĚ

A Doença de Chagas Aguda de Transmissão Oral é uma doença infecciosa grave, causada por um protozoário conhecido por Trypanosoma cruzi. Ele é transmitido pela ingestão de alimento contaminado com os parasitas presentes nas fezes dos insetos vetores, chamados de barbeiros.

Os doentes podem apresentar um quadro de febre constante, inicialmente elevada, diarreia, v√īmito, dores de cabe√ßa e musculares. Casos complicados podem evoluir com manifesta√ß√Ķes card√≠acas, al√©m do comprometimento do f√≠gado e ba√ßo.

O diagn√≥stico precoce e o tratamento imediato previnem as formas cr√īnicas da doen√ßa e a ocorr√™ncia de √≥bitos.

Coment√°rios