Advogado defende a presença de guarda municipal no hospital de Pauini

248

Após o assassinato ocorrido dentro do hospital de Pauini, no sul do Amazonas,
no dia 03 de maio, o advogado Adenir Souza da Costa, defendeu o destacamento de um efetivo da guarda civil municipal para oferecer o mínimo de segurança tanto aos profissionais que trabalham constantemente naquela Unidade Hospitalar quanto pacientes .

Para o advogado, a demora devido ao formalismo para contratar uma empresa de seguran√ßa armada ou com o destacamento de policiais da capital √†quela cidade, s√≥ aumentaria o p√Ęnico vivido pelos profissionais da sa√ļde e usu√°rios daquele estabelecimento.

Foto : Divulgação / Advogado Adenir Souza da Costa

O advogado destacou, ainda, que embora o hospital de Pauini não esteja municipalizado, como muitos ainda acreditam, não há impedimento legal por parte da prefeitura em colocar a guarda civil municipal de serviço.

A guarda civil municipal simboliza a seguran√ßa p√ļblica nos munic√≠pios. Sua fun√ß√£o √© de extrema import√Ęncia para zelar pelo bem dos cidad√£os e a seguran√ßa patrimonial ao executar policiamento administrativo ostensivo.

Ao final, o causídico salientou que o formalismo para contratar a empresa de segurança ou as providências a serem tomadas pelo Estado, não devem estar acima do direito a vida de qualquer cidadão que trabalha e necessite dos serviços hospitalares.