Home Notícias Manaus Águas de Manaus já possui equipamento que agiliza tempo de obras e garante qualidade de serviços

Águas de Manaus já possui equipamento que agiliza tempo de obras e garante qualidade de serviços

3 minutos lido
14

A Águas de Manaus adquiriu recentemente um equipamento chamado valetadeira. Ela tem muita utilidade em obras com limitação de espaço e que exigem largura mais estreita, como por exemplo intervenções em becos e calçadas.

Águas de Manaus já possui equipamento que agiliza tempo de obras – Imagem: Divulgação

A máquina ajuda a diminuir os transtornos nas ruas, agiliza as obras e ainda oferece maior segurança aos colaboradores da empresa. A concessionária vem aperfeiçoando seus serviços na capital amazonense para continuar levando água tratada e cuidando do esgoto da cidade com a maior qualidade possível.

A valetadeira é utilizada em serviços que necessitam de escavação, como pequenos reparos ou implantação de extensões de rede de água e esgoto. A máquina consegue abrir valas estreitas e profundas (que podem chegar até 1,80m) de forma rápida e com precisão. Se comparada a uma retroescavadeira comum, a valetadeira consegue abrir valas com uma largura bem menor.

A produtividade do equipamento adquirido pela Águas de Manaus também é superior ao de uma retroescavadeira tradicional, chegando a triplicar a produção nos canteiros de obras e assim, diminui consideravelmente o tempo de execução destas intervenções. Outro ponto positivo é que o volume de terra retirado dos locais de obras é menor com a máquina, o que também permite que o reaterro e a compactação sejam realizados com maior rapidez.

O uso da valetadeira ainda reduz os impactos na mobilidade urbana nas ruas onde os trabalhos da Águas de Manaus são realizados, contribuindo para a eficiência nos serviços da concessionária. Outro importante benefício da máquina é o de otimizar a segurança aos colaboradores da empresa, pois dispensa a utilização de escoramento durante a operação. “Por serem equipamentos de precisão, as valetadeiras vão melhorar a produtividade das nossas equipes. A população ganha, pois vamos finalizar os trabalhos com maior rapidez e qualidade, principalmente na execução da expansão de novas redes de abastecimento de água e esgoto na cidade”, afirma o diretor executivo da Águas de Manaus, Luiz Couto.

Para operar a valetadeira, os colaboradores da concessionária passaram por um treinamento específico. Os primeiros serviços com a nova valetadeira foram nas expansões de rede de água que estão sendo feitas pela concessionária nos bairros do Santo Agostinho, São Jorge, Vila da Prata e Lírio do Vale, na zona Oeste, através das equipes do projeto itinerante “Vem com a Gente. O equipamento é utilizado principalmente em áreas onde o espaço é reduzido e não permite o acesso de máquinas de grande porte, como ruelas e becos.

EXPANSÕES DE REDE EM 2019 – A Águas de Manaus vai ampliar e promover melhorias em sua rede de abastecimento de água ao longo de 2019. Novas redes serão construídas em regiões que ainda não são atendidas pela concessionária, fazendo com que a água tratada chegue até locais como as comunidades do Portal Tarumã, Parque Riachuelo I e II e Parque Solimões, localizadas no bairro do Tarumã, na zona Oeste da cidade. Nesta região, já estão sendo construídos 22,5 mil metros de novas redes, três poços de grande profundidade e um reservatório de 2,5 milhões de litros de água potável. Estas obras no Tarumã devem beneficiar 12 mil moradores. A previsão é que este sistema comece a funcionar no primeiro semestre de 2019.

Outros 18 mil metros de novas redes de água, em comunidades das zonas Norte e Leste, como Gilberto Mestrinho, Campo Dourado, Riacho Doce, Francisca Mendes, Buritis, Ismael Aziz e Monte Pascoal, devem ser implantadas pela concessionária até o fim do ano. A concessionária ainda irá substituir 19 mil metros de tubulações já existentes, em bairros como Alvorada, Coroado, Campos Sales, Jorge Teixeira, Flores, Compensa e Presidente Vargas. Atualmente, a empresa já disponibiliza água para 98% da cidade. São 552 mil residências com ligação de água disponível na capital.

Algumas adutoras da cidade estão sendo duplicadas, melhorando a distribuição e reservação de água tratada na capital. Um dos pontos onde já está ocorrendo a duplicação de adutoras tem três quilômetros de extensão e sai do Complexo de Produção da Ponta do Ismael, na Compensa indo até o centro de reservação do Alvorada, localizado na rua Paris, conjunto Campos Elíseos, zona Oeste.

A capital ainda ganhará cinco novos reservatórios de água no primeiro semestre de 2019, nos bairros Jorge Teixeira, Cidade Nova, Compensa, Colônia Santo Antônio e Cidade de Deus.

Águas de Manaus já possui equipamento que agiliza tempo de obras – Imagem: Divulgação

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Manaus

Deixe uma resposta

Leia Também

No Marco Zero da Capital, Prefeito David pede perdão histórico aos índios de Manaus!

Como forma de reconhecer os primeiros moradores de Manaus, o prefeito David Almeida inaugu…