Ainda em comemoração ao Dia das Mães, pacientes da FCecon têm música ao vivo

167

Nesta segunda-feira (13/05), as pessoas que estiveram no Ambulatório da FCECON – Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas, para consultas ou exames, tiveram uma espera mais alegre, com uma apresentação de música ao vivo.

A ação foi realizada em parceria com o laboratório Saibin, ainda em comemoração ao Dia das Mães, conforme explicou a chefe do Serviço de Mastologia da FCecon, Hilka Espírito Santo. Houve, ainda, a entrega de itens para pacientes mastectomizadas (que retiraram uma ou as duas mamas) fazerem atividades fisioterapêuticas em casa.

Para o diretor-presidente da FCecon, Gérson Mourão, a atividade marca a etapa de humanização dos serviços da Fundação. “Estamos vivendo um momento especial. As pessoas estão começando a entender que a tecnologia que nós temos dentro da instituição, os grandes profissionais que estão aqui dentro isso é importante. Mas nós estamos saltando agora para outra etapa, que é a etapa da compaixão, da humanização, para que os pacientes sejam verdadeiramente bem acolhidos. E essa música faz parte desse nosso projeto”, avaliou.

Meditação – Rosângela Jarawara acompanha o cacique da comunidade Jarawara, o senhor Makabi, de 77 anos, que está no início do tratamento contra um câncer de próstata. Nesta segunda, os dois iam para uma consulta para entregar o resultado da biópsia.

Com a confirmação do câncer, o momento de música ao vivo alegrou os minutos de espera, segundo Rosângela. “Música é vida. Ela acalma e distrai a gente. Também nos puxa para meditar na letra que está sendo cantada. O projeto é válido. Gostei!”, contou a acompanhante.

Maria do Socorro Rosa Pardinho, 54, também aguardava por uma consulta nesta manhã. A dona de casa, que faz tratamento de câncer no reto e já passou por radioterapia e quimioterapia, se sentiu animada até para incentivar os demais pacientes. “A gente se sente mais animada. Dá aquele incentivo para incentivar os outros que estão mais tristes. Se eu não estou triste, animo os outros”, disse.

Exercícios – Além da música ao vivo, houve a entrega de itens para que pacientes mastectomizadas possam fazer atividades fisioterapêuticas em casa. Foi customizado, pelo laboratório Saibin, um coração com o mesmo material das bolas pequenas entregues a quem precisa exercitar as articulações e músculos das mãos e braços.

No caso de mulheres que passaram por mastectomia, sendo que muitas ficam com o braço limitado após a cirurgia, o exercício auxilia no retorno dos movimentos e ajuda na circulação sanguínea.

Foto : Divulgação FCecon

 

Comentários

Receba nossas atualização no seu e-mail: