Alegando crise Prefeitura fecha escolas em Manaus

9

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) anunciou ontem (3/11), o fechamento de 9 escolas públicas em Manaus. Serão 2,3 mil alunos da rede municipal de ensino serão realocados em 2016.

O Prefeito gastou quase R$200 milhões em propaganda mas não construiu escolas.
O Prefeito gastou quase R$200 milhões em propaganda mas não construiu escolas.

A explicação dada pela Semed para o fechamento das escolas, é o corte de gastos, já que as escolas funcionavam em prédios alugados. A secretária de educação Kátia Schweickardt afirmou, em entrevista coletiva, que a medida visa a melhoria na gestão do órgão, e alega que a população não vai sentir a mudança pois não houve nenhum corte abrupto e a mudança não gera sobrecarga nas outras escolas por conta delas estarem em bairros já “consolidados”. A secretária afirmou ainda que a demanda nas escolas que foram fechadas era pouca.

Alguns pais de alunos contestam a afirmação, pois devido a crise econômica muitos estudantes estão migrando da rede particular para a pública, ainda acusam a Prefeitura de ir na contramão do desenvolvimento fechando escolas ao invés de construí-las e melhorá-las.

Confira a listagem das escolas que serão fechadas:
Cmei Professora Sofia Soeiro do Nascimento, bairro Raiz;
Cmei Professora Suely Cruz de Pinho, bairro Petrópolis;
Escola Municipal  Francisco Pinheiro de Lima,  bairro Monte das Oliveiras;
Cmei Professora Dalvina do Nascimento, bairro Colônia Santo Antônio;
Escola municipal Professora Silvia Helena Costa de Oliveira Bonetti, bairro Monte das Oliveiras;
Cmei escritor José Bento Monteiro Lobato – bairro Novo Israel;
Escola Municipal Professora Maria das Graças Andrade Vasconcelos, bairro Cidade Nova;
Escola Municipal Catarina Paz da Costa, bairro Coroado;
Escola Municipal Aurenizia Costa de Jesus, bairro Gilberto Mestrinho.

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

Comentários