Alerta! 4 casos de Chikungunya em Manaus

77

Quatro casos da febre chikungunya, com transmissão local, foram registrados em Manaus. A informação foi divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam), nesta sexta-feira (17).  Os nove casos anteriores que ocorreram no Amazonas eram “importados”, com doentes que contraíram a infecção em outros estados brasileiros ou países vizinhos.

Vírus chikungunya é transmitido por mosquitos Aedes aegypty (no alto) e Aedes albopictus (Foto: Douglas Aby Saber/Fotoarena-AFP Photo/EID Mediterranee)
Vírus chikungunya é transmitido por mosquitos
Aedes aegypty (no alto) e Aedes albopictus
(Foto: Douglas Aby Saber/Fotoarena-AFP
Photo/EID Mediterranee)

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), todos os quatro casos de chikungunya foram registrados neste mês de julho e se concentraram em pessoas de uma mesma família, que moram em residências próximas, no bairro do Dom Pedro, na zona Oeste de Manaus.

Loading...

“As quatro pessoas – três mulheres e um homem -, com idades que variam de 48 a 72 anos, estão recebendo acompanhamento ambulatorial e, até o momento, não foi necessário a internação hospitalar de nenhuma delas”, disse o diretor-presidente da FVS, Bernardino Albuquerque, por meio de assessoria de imprensa.

Segundo a FVS,  as amostras de sangue coletadas dos doentes seguirão para um instituto em Belém, para validação do resultado.

“Assim que recebemos a confirmação dos diagnósticos acionamos a vigilância saúde do município para, em conjunto com a vigilância estadual, passou a realizar as medidas de bloqueio, que consistiram na inspeção dos imóveis localizados num raio de 500 metros das residências dos doentes, para identificação e eliminação de possíveis criadouros do Aedes aegypti. A inspeção também buscou identificar a existência, nessa área, de pessoas com quadro febril e outros sintomas da chikungunya, o que não foi encontrado”, acrescentou o diretor da FVS.

Comentários

comentários