Alerta! 4 casos de Chikungunya em Manaus

78

Quatro casos da febre chikungunya, com transmiss√£o local, foram registrados em Manaus. A informa√ß√£o foi divulgada pela Secretaria Estadual de Sa√ļde (Susam), nesta sexta-feira (17).¬† Os nove casos anteriores que ocorreram no Amazonas eram “importados”, com doentes que contra√≠ram a infec√ß√£o em outros estados brasileiros ou pa√≠ses vizinhos.

Vírus chikungunya é transmitido por mosquitos Aedes aegypty (no alto) e Aedes albopictus (Foto: Douglas Aby Saber/Fotoarena-AFP Photo/EID Mediterranee)
Vírus chikungunya é transmitido por mosquitos
Aedes aegypty (no alto) e Aedes albopictus
(Foto: Douglas Aby Saber/Fotoarena-AFP
Photo/EID Mediterranee)

De acordo com a Funda√ß√£o de Vigil√Ęncia em Sa√ļde (FVS), todos os quatro casos de chikungunya foram registrados neste m√™s de julho e se concentraram em pessoas de uma mesma fam√≠lia, que moram em resid√™ncias pr√≥ximas, no bairro do Dom Pedro, na zona Oeste de Manaus.

“As quatro pessoas – tr√™s mulheres e um homem -, com idades que variam de 48 a 72 anos, est√£o recebendo acompanhamento ambulatorial e, at√© o momento, n√£o foi necess√°rio a interna√ß√£o hospitalar de nenhuma delas”, disse o diretor-presidente da FVS, Bernardino Albuquerque, por meio de assessoria de imprensa.

Segundo a FVS,  as amostras de sangue coletadas dos doentes seguirão para um instituto em Belém, para validação do resultado.

“Assim que recebemos a confirma√ß√£o dos diagn√≥sticos acionamos a vigil√Ęncia sa√ļde do munic√≠pio para, em conjunto com a vigil√Ęncia estadual, passou a realizar as medidas de bloqueio, que consistiram na inspe√ß√£o dos im√≥veis localizados num raio de 500 metros das resid√™ncias dos doentes, para identifica√ß√£o e elimina√ß√£o de poss√≠veis criadouros do Aedes aegypti. A inspe√ß√£o tamb√©m buscou identificar a exist√™ncia, nessa √°rea, de pessoas com quadro febril e outros sintomas da chikungunya, o que n√£o foi encontrado”, acrescentou o diretor da FVS.

Coment√°rios