Inicial Notícias Amazonas ALERTA: Amazonas notifica três casos suspeitos de coronavírus em Manaus

ALERTA: Amazonas notifica três casos suspeitos de coronavírus em Manaus

O Amazonas notificou na segunda-feira (02/03) três casos suspeitos de Covid-19 (novo coronavírus) ao Ministério da Saúde. Um dos casos trata-se de uma pessoa que esteve nos Emirados Árabes. Os outros dois chegaram de viagem da França. Todos passam bem e estão em isolamento domiciliar, em Manaus.

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-AM), da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), realizou exames nos pacientes, que deram negativos para todos os vírus circulantes no Estado. As amostras então foram encaminhadas ainda na segunda-feira para o laboratório Instituto Evandro Chagas (IEC), em Belém (PA), que fará o teste para o Covid-19.

Foto: Tácio Mello / Secom

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, informou que a medida segue o fluxo de protocolo preconizado pelo Ministério da Saúde. “Os casos atendiam aos critérios para suspeitos de Covid-19, por serem pacientes sintomáticos respiratórios e que haviam estado em região de transmissão viral. Os pacientes foram notificados pela rede de saúde e, de forma oportuna, foram realizados todos os protocolos”, disse.

Monitorados – As autoridades de saúde do Amazonas continuam monitorando duas pessoas, residentes em Manaus, que estavam no voo do primeiro paciente positivo do país. Até esta terça-feira (03/03) elas estão saudáveis e não apresentam sintomas. Por essa razão, elas não são consideradas casos suspeitos.

1º caso – O primeiro caso do Amazonas notificado ao Ministério da Saúde foi o de uma paciente de 39 anos, no último fim de semana.
A paciente teve febre associada a sintomas respiratórios, como tosse e dificuldade para respirar, após ter viajado à Itália, que é uma área com transmissão local. Após os exames realizados no Lacen-AM, foi descartado o Covid-19, pelo fato dos testes terem apontado para infecção por Vírus Sincicial Respiratório.

Exame no Amazonas – Também na segunda-feira (02/03) o Ministério da Saúde informou que vai ampliar a capacidade laboratorial para diagnóstico do coronavírus em todo o território nacional. O Amazonas será um dos estados contemplados, com o credenciamento do Lacen-AM para realizar o diagnóstico do Covid-19.

Segundo o órgão, nas próximas semanas, serão distribuídos 30 mil kits para teste diagnóstico (protocolo de Berlim) específico para o Covid-19.
A diretora-presidente da FVS-AM informou que a realização do diagnóstico no Amazonas vai aumentar a vigilância para a doença no Estado.

“Seremos um dos primeiros a receber os kits para testes específicos para o coronavírus. Estamos nos preparando ainda mais para a detecção da doença, principalmente porque estamos no período de sazonalidade das doenças respiratórias”, afirmou Rosemary.

Foto: Tácio Mello / Secom

De acordo com o Ministério da Saúde, inicialmente, serão distribuídos 10 mil kits de diagnóstico aos LACENs dos estados do Amazonas, Pará, Roraima, Bahia, Ceará, Pernambuco, Sergipe, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, contemplando todas as regiões do país.
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, por meio do laboratório de Biomanguinhos, iniciará a produção e distribuição dos testes ainda nesta quarta-feira (04/03).

Atualmente, quatro laboratórios realizam o teste para diagnóstico do coronavírus. São eles os laboratórios de referência nacional, Fiocruz, no Rio de Janeiro; Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará; e Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo; além do Laboratório Central de Goiás, que foi capacitado para a realização do exame específico para coronavírus dos brasileiros repatriados da China e que ficaram na base aérea de Anápolis (GO).

Ações programadas – O Comitê Interinstitucional, que reúne representantes de diversos órgãos do sistema de saúde e parceiros das esferas federal, estadual e municipal, vem realizando diversas ações simultâneas, entre elas, capacitação de profissionais da rede pública e privada de saúde.

O comitê também tem programado no decorrer da semana o simulado de atendimento de caso suspeito de Covid 19 no Aeroporto Internacional de Manaus, e uma nova campanha publicitária de orientação e prevenção a síndrome gripais.

Também realizou o envio de equipes da vigilância sanitária da FVS e da Anvisa para apoio na conclusão dos planos de contingências do aeroporto e do porto de Tabatinga.

São considerados casos suspeitos de infecção pelo Covid-19:

Febre ou pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar, batimento das asas nasais entre outros) e contato próximo de caso confirmado de Coronavírus (Covid-19) em laboratório, nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas.

Prevenção – A transmissão do Coronavírus, como a de qualquer síndrome gripal, costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva; espirro; tosse; catarro; contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta