Home Notícias Amazonas Amazonas disputa prêmio internacional com programa de distribuição merenda escolar na pandemia

Amazonas disputa prêmio internacional com programa de distribuição merenda escolar na pandemia

2 minutos lido
103

O programa “Merenda em Casa”, desenvolvido pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Educação e Desporto, é um dos seis finalistas do 3º Prêmio Super-Heróis para o Desenvolvimento, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Nesta edição, a iniciativa buscou reconhecer agências executoras e mutuários que enfrentaram, de maneira inovadora e criativa, desafios relacionados à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Ao todo, 88 projetos de toda a América Latina e do Caribe foram submetidos à premiação.

Os vencedores terão a oportunidade de participar de uma conversa virtual, aberta ao público, com o presidente do BID, na qual compartilharão suas histórias. Além disso, eles terão acesso gratuito a um máximo de dois cursos por pessoa com certificação do BID e edX (plataforma educacional on-line de Harvard e MIT) para apoiá-los em seu desenvolvimento profissional.

Lançado no último mês de abril, logo após a suspensão das aulas presenciais no Amazonas, o programa “Merenda em Casa” consistiu na distribuição de kits de alimentação escolar a todos os 440 mil estudantes matriculados na rede estadual, em Manaus e no interior. Na capital, a entrega do benefício foi feita por meio de delivery, enquanto que, nos demais 61 municípios, os alunos retiraram seus kits na própria escola, mediante cronograma pré-estipulado e seguindo todos os protocolos de segurança em saúde.

De acordo com o secretário de Educação em exercício, Luis Fabian Barbosa, o reconhecimento do BID coroa meses de esforços da pasta, que mobilizaram mais de 3 mil profissionais em uma operação de logística para levar o benefício a todos os estudantes da rede pública estadual. “Foram meses de muito comprometimento e dedicação, mas que valeram a pena. Garantir uma alimentação de qualidade a nossos alunos foi prioridade da Secretaria de Educação em meio à pandemia”, reforçou Luis Fabian.

 

FOTO: Cleudilon Passarinho

 

Finalistas – O programa “Merenda em Casa” concorre ao 3º Super-Heróis para o Desenvolvimento com outros cinco projetos. São eles: “COVID19 não nos impede! Garantindo água e serviços de higiene na área rural paraguaia”, “Certificado Profissional de Suporte em TI”, “Fortalecimento do Empreendedorismo Feminino em Brokopondo, Wanica, Sipaliwini e Marowijne”, “Campanha #PODPELAVIDA” e “Tía: Solidariedade inovadora nos momentos mais difíceis”.

Sobre o Prêmio – Realizado em edição virtual, neste ano, o Super-Heróis para o Desenvolvimento tem como objetivo principal dar o devido reconhecimento às agências executoras/clientes de projetos financiados pelo BID que abordaram ou influenciaram com sucesso nos desafios que surgem durante a implementação dos projetos de Desenvolvimento ou atingiram um impacto no desenvolvimento relacionado ao financiamento do BIDInvest ou IDBLab. O prêmio é parte de um esforço para melhorar o desempenho dos projetos, por meio da aprendizagem sistemática e do intercâmbio de conhecimento.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Roger Siqueira
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Prefeitura de Manaus normaliza entrega no programa ‘Leite do Meu Filho

O prefeito David Almeida anunciou nesta quinta-feira, 15/5, que a partir da próxima segund…