Inicial Notícias Amazonas Amazonas tem sete casos confirmados do novo coronavírus

Amazonas tem sete casos confirmados do novo coronavírus

O Amazonas tem sete casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19). Os números foram divulgados nesta sexta-feira (20/03), em coletiva de imprensa on-line concedida pelo secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, e pela diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS), Rosemary Costa Pinto.

Amazonas tem sete casos confirmados do novo coronavírus- Imagem: Divulgação

Desde o dia 29 de fevereiro até esta sexta-feira, o Amazonas registrou 72 casos suspeitos da Covid-19, dos quais 52 foram descartados e 13 estão em investigação. Dos sete casos confirmados, seis foram importados e um está em investigação para saber a origem.
Um dos casos em investigação é de Coari, no interior do Estado, cujo exame está sendo processado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), o que significa que o interior do Estado segue sem registro de casos confirmados. Também foi informado que a primeira paciente está curada e, neste sábado (21/03), deve ser liberada da quarentena.

Referência – O secretário Rodrigo Tobias destacou ações do Governo do Estado no enfrentamento a uma possível epidemia, caso ela aconteça. O Hospital Delphina Aziz, que é a unidade referência para internação de casos graves, tem hoje seus 50 leitos de UTI instalados preparados receber pacientes graves que precisam de internação e há a possibilidade de ampliação para que chegue a até 150.

Vinte deles serão alugados pelo Ministério da Saúde, que também está liberando para o Estado uma parcela de R$ 8,4 milhões para ações de enfrentamento ao novo coronavírus para a contratação de recursos humanos de forma temporária, compra de insumos, compra de equipamentos para análises laboratoriais, Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Ele também destacou que a Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) está recebendo EPIs nesse fim de semana para reforçar seu estoque

Outros vírus – Durante a coletiva concedida por meio de uma live, a diretora-presidente da FVS também falou sobre os outros vírus que estão em circulação no estado e que são monitorados, por conta da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que tem o período sazonal de novembro a maio, durante o regime de chuvas. São 329 casos de SRAG, desde novembro, com 39 óbitos registrados. Desses, 86% tinham alguma outra doença como hipertensão, diabetes, doenças pulmonares e 66% eram idosos.

“Então, isso indica que os quadros gripais que nós vemos hoje na cidade não são apenas o novo coronavírus; nós temos circulação de vírus como Influenza A, Influenza B, Metapneumovírus, Adenovírus, Vírus Sincicial Respiratório, entre outros. Com a circulação de tantos vírus, nós vamos certamente ter pessoas gripadas, resfriadas que estão se sentindo mal, que estão com sintomas de gripe como febre, tosse, dor de garganta e que, necessariamente, não estão com o novo coronavírus”, disse Rosemary Costa Pinto.

Segundo ela, esse é mais um motivo para que as pessoas permaneçam em casa em isolamento social, o que vai ajudar também a prevenir os outros vírus em circulação.

Recomendações – As recomendações de prevenção de outros vírus são as mesmas para o novo coronavírus. “Por isso, a necessidade de a gente usar de etiqueta respiratória. Tossir e espirrar na curva do braço ou num lenço descartável, lavar frequentemente as mãos com água e sabão, qualquer tipo de sabão. Sabão, sabonete, sabão líquido, qualquer tipo de sabão é eficiente. Na falta da possibilidade de fazer isso usar o álcool em gel.”

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta