Amazonastur divulga potencialidades do birdwatching amazonense no Avistar 2019

113

Os destinos turísticos amazonenses que oferecem o birdwatching (observação de aves) foram apresentados pelo Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), durante a maior feira do setor da América Latina, a 14ª AvistarBrasil 2019, na Universidade de São Paulo (USP), neste fim de semana. Pela primeira vez, a Amazonastur levou para o encontro operadores do trade local, dos municípios de Manacapuru e Presidente Figueiredo.

De acordo com a assessora t√©cnica da Amazonastur Natacha Atala, durante os tr√™s dias de feira, o passarinheiro (birdwatcher) p√īde se informar sobre os destinos do Amazonas que oferecem o segmento tur√≠stico de maior crescimento no estado. Isso acontece porque das 1,3 mil esp√©cies de aves existentes na Amaz√īnia, 929 est√£o no Amazonas, o que tem atra√≠do turistas do mundo inteiro anualmente.

‚ÄúA Amazonastur est√° promovendo o birdwatching para atrair ainda mais amantes da observa√ß√£o de aves para o estado. Destinos como Novo Air√£o, Manacapuru, Presidente Figueiredo e Tef√© (Reserva de Desenvolvimento Sustent√°vel Mamirau√°) j√° oferecem a atra√ß√£o, e por isso a import√Ęncia de participar da maior feira da Am√©rica Latina, que √© a Avistar‚ÄĚ, disse Natacha.

Turismo de Bird Watching no Amazonas / Foto : Divulgação
Turismo de Bird Watching no Amazonas / Foto : Divulgação

Potencialidade amazonense ‚Äď De acordo com o diretor-geral da AvistarBrasil, Guto Carvalho, as vozes da floresta do Amazonas t√™m se destacado entre as regi√Ķes que oferecem a pr√°tica do birdwatching no pa√≠s.

‚ÄúEsse turismo ligado √† contempla√ß√£o, observa√ß√£o, fotografia de aves, tem um potencial muito grande para se desenvolver. E a gente tem visto que diversas regi√Ķes do Brasil, como por exemplo o estado do Amazonas, tem mostrado um potencial gigante para esta atividade. Manaus, por exemplo, tem o maior n√ļmero de registro de esp√©cies em √°rea urbana. O potencial existente em todo o estado √© imenso‚ÄĚ, destacou ele.

O biólogo Pedro Nassar, coordenador do Programa de Turismo de Base Comunitária do Instituto Mamirauá, explicou que a região de Mamirauá, em Tefé, tem crescido devido às diferentes áreas de vegetação e terreno, como várzea e terra firme.

‚ÄúComo alaga todo ano e possui uma din√Ęmica muito √ļnica, h√° muitas esp√©cies de aves que s√≥ ocorrem nessa regi√£o, diferentemente de outras √°reas de terra firme. Est√£o trabalhando para conciliar esse tipo de turismo na regi√£o da v√°rzea e terra firme, nas √°reas da pousada Uakari, da Flona de Tef√© e de RDS Aman√£. A ideia √© que o turista possa observar, em um curto espa√ßo de tempo, mais esp√©cies, em uma semana a dez dias‚ÄĚ, comentou o pesquisador.

Ao todo, s√£o 100 milh√Ķes de observadores pelo mundo, sendo que os maiores emissores para o Amazonas s√£o Estados Unidos, Inglaterra, Canad√°, Jap√£o, Alemanha. Em m√©dia, osbirdwatchers gastam US$ 70 com pacotes tur√≠sticos, permanecendo entre 4 e 9 dias na regi√£o. No Brasil s√£o cerca de 35 mil observadores, tendo como principais emissores o Pantanal, Foz do Igua√ßu, Rio de Janeiro e Amaz√īnia.

Galo da Serra / Foto : Divulgação
Galo da Serra / Foto : Divulgação

Promo√ß√£o ‚Äď O diretor da pousada Cirandeira Bela (Manacapuru), Froylan Filho, destacou a reaproxima√ß√£o da Amazonastur com a iniciativa privada na promo√ß√£o dos destinos tur√≠sticos do Amazonas. ‚ÄúAgrade√ßo √† Amazonastur por abrir esse espa√ßo para n√≥s operadores poder divulgar os nossos produtos, sobretudo n√≥s que atuamos tamb√©m na observa√ß√£o de aves, em nossa pousada‚ÄĚ, disse o operador.

J√° o condutor de turismo da Biotur, Frederico Neto, que atua em Presidente Figueiredo, disse que o birdwatching cresce a cada ano no munic√≠pio. ‚ÄúCada dia vem mais pessoas passarinhar e aumento o n√ļmero de aves catalogadas no munic√≠pio. A tend√™ncia √© crescer ainda mais‚ÄĚ.

Sobre uma viagem ao Amazonas, a artista conservacionista Berditte L√ľmmier, do Paran√°, revelou o desejo de visitar o estado para praticar o birdwatching e desenhar as esp√©cies da regi√£o. ‚ÄúEu sou apaixonada pelo Amazonas, e n√£o escondo o desejo de ir conhecer a regi√£o do Mamirau√°. √Č um estado rico em natureza‚ÄĚ, frisou a paranaense.

Avistar 2019 / Foto : Divulgação

Coment√°rios