Amazonino arrega e revoga decreto aumentava salário de secretários do AM para R$ 27,5 mil

106

Na última segunda-feira (16/4) Governo do Amazonas revogou o Decreto 38.853, de 9 de abril de 2018, que concedia aumento salarial aos secretários de Estado. O abono salarial de até R$ 14 mil era para cargos confiança do Poder Executivo não passou pelos deputados da Assembleia Legislativo do Estado (ALE-AM) para análise.

Imagem: Divulgação
Imagem: Amazonino Mendes revoga decreto que aumentava em 103% o salário de Secretário do Amazonas.

O governo emitiu nota informando que seguiu orientações da Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM) para a revogação do decreto em razão de dúvidas técnicas sobre a concessão em forma de abono.

A época o governador justificou o aumento do salário dos secretários de estado, informando que o valor anterior recebido pelos titulares “não corresponde ao volume de trabalho de suas atribuições”. Amazonino ressaltou que iria fazê-lo porque o que eles ganhavam era pouco (R$ 13,5 mil) e isso poderia servir de estímulo para que eles roubassem dinheiro público.

Comentários