Home Notícias Brasil Anonymous invadem site da Secretaria do Esporte e ataca Bolsonaro

Anonymous invadem site da Secretaria do Esporte e ataca Bolsonaro

2 min - tempo de leitura
422

O grupo Anonymous Brasil assumiu, nesta terça-feira (2), a autoria de um ataque hacker à versão mais antiga do site da Secretaria Especial do Esporte do governo federal.

No endereço, que continuava no ar até mais cedo, foi postada uma mensagem ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), representado por uma montagem em que a imagem do político se confunde com a do palhaço brasileiro, Bozo.

Para o governo Bolsonaro: estamos observando você. Podemos você está fazendo. Não o controlamos, estamos em toda a parte. Lembre-se disso: as pessoas que você está tentando pisar são todos os que você depende“, diz trecho da mensagem. “Juntos, estamos contra a injustiça do seu governo sujo e corrupto. Não somos Anonymous. Somos uma legião. Unidos como um e divididos por zero. Não perdoamos as injustiças. Não esquecemos a opressão. E isso é só o começo“, continua.

A autoria do ataque hacker foi assumida no Twitter pela página ‘anonymous brasil’ (com caixa baixa), que tem 132 mil seguidores e não é reconhecida pela página ‘Anonymous Brasil” (com caixa alta), que tem 306 mil seguidores, e que ontem vazou dados particulares do presidente, de familiares e de aliados.

A página hackeada era do antigo Ministério do Esporte, que foi adaptada para ser da Secretaria Especial do Esporte quando houve mudança de hierarquia. Neste ano o governo realizou uma mudança de organização online e incluiu o Esporte na página do Ministério da Cidadania, que por sua vez fica dentro do domínio ‘gov.br’. Essa página continua no ar. Em maio, o governo alegou dificuldades com transferência de informações de um servidor para o outro ao justificar por que não publicava a agenda do secretário especial do Esporte.

Imagem: Reprodução

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Brasil

Deixe uma resposta

Leia Também

STF derruba decisão de Governo Bolsonaro de acabar com regras de proteção do meio ambiente

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a decisão do Conselho …