Home Notícias Política Após acidente, Josué retorna aos trabalhos na Aleam e encara votação do Impeachment do Governador do AM

Após acidente, Josué retorna aos trabalhos na Aleam e encara votação do Impeachment do Governador do AM

5 min - tempo de leitura
58

Nesta quinta-feira (6), após onze dias de um acidente náutico, o deputado estadual Josué Neto (PRTB) voltou a presidir os trabalhos na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) durante a votação do parecer da Comissão Especial do Impeachment do governador Wilson Lima e seu vice-governador Carlos Almeida, que acontece no plenário Ruy Araújo.

Após acidente, Josué retorna aos trabalhos na Aleam e encara votação do Impeachment do Governador do AM – Imagem: Divulgação

O presidente chegou a postar nas redes sociais uma selfie sua no plenário, com a frase: “Obrigado Deus pai, de volta ao trabalho”. Josué sofreu um acidente na tarde do último dia 26 de julho e sofreu uma fratura leve na tíbia da perna direita.

Após acidente, Josué retorna aos trabalhos na Aleam e encara votação do Impeachment – Imagem: Divulgação

Impeachment

Já no retorno às atividades o presidente da Casa, Josué Neto, teve que encarar a votação do Impeachment do Governador Wilson Lima e o vice-governador Carlos Almeida. A votação foi nominal e aberta, sendo necessário maioria simples para rejeição ou admissibilidade.

Josué Neto (PRTB) votou a favor do impeachment do Governador Wilson Lima e seu vice-governador Carlos Almeida. A votação do parecer da Comissão Especial aconteceu nesta quinta-feira (6), no plenário Ruy Araújo, em uma sessão que durou duas horas.

Todos os acontecimentos que vieram à tona em 2019 e no ano 2020, por todas as pessoas de bem que choraram, que se entristeceram, que entraram de luto pela morte dos seus familiares e fizeram do Estado do Amazonas um Estado líder, campeão de mortes no cenário mundial, não só pelo COVID-19 nos últimos meses, mas também pela irresponsabilidade e ausência de espírito público. Pelo respeito e conhecimento do trabalho da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) desta Casa, pelo respeito pelos trabalhos realizados pelas instituições federais como Polícia Federal (PF), Superior Tribunal de Justiça (STJ), Procuradoria Geral da República (PGR), Ministério Público Federal (MPF), o meu voto é não ao parecer”, disse Josué ao votar contra o parecer da Comissão Especial que pedia o arquivamento das denúncias contra Wilson Lima.

Os pedidos de impeachment constam nas denúncias nº 3/2020 e nº 4/2020, que foram apresentadas pelos médicos Mário Vianna e Patrícia Sicchar.

As denúncias pediam o afastamento de Wilson Lima e Carlos Almeida por prática dos crimes de responsabilidade e improbidade administrativa envolvendo o mau uso dos recursos públicos na área da saúde do Amazonas e o significativo aumento do número de mortes no Estado durante a pandemia do coronavírus (COVID-19). Em mais de 600 páginas os médicos reuniram uma série de informações envolvendo a falta de leitos de UTI, materiais de proteção individual dos profissionais da saúde, e o uso de recursos do Estado em ações que não são prioridade no momento.

Números

Ao todo 23 parlamentares participaram da votação do parecer da Comissão de Impeachment do governador Wilson Lima e vice-governador Carlos Almeida, sendo que 12 deputados foram à favor do arquivamento do processo, 6 votaram pelo prosseguimento do processo de afastamento de Wilson Lima, 5 se abstiveram e 1 estava ausente.

A votação foi transmitida AO VIVO pelas redes sociais do Aleam (via Facebook, YouTube, Twitter) bem como pelos canais 55.3 na TV a aberta, 99 na Net.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Política

Deixe uma resposta

Leia Também

PMs são suspeitos de agredir, torturar e matar indígenas e ribeirinhos na região do Rio Abacaxis, no AM

No último domingo (20/9) a onda de terror que ocorre na região do Rio Abacaxis, em Nova Ol…