Home Notícias Política Após episódio de estupro contra bebê com síndrome de down, deputado reforça criação de ‘Centro Integrado’ de apoio à criança e adolescente

Após episódio de estupro contra bebê com síndrome de down, deputado reforça criação de ‘Centro Integrado’ de apoio à criança e adolescente

2 min - tempo de leitura
7

No Dia Internacional da Síndrome de Down, o presidente da Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Álvaro Campelo (PP), subiu à tribuna da Casa, nesta quinta-feira (21), para reforçar a proposta de criação do Centro Integrado de Apoio à Criança e ao Adolescente (CICA) no Estado.

O parlamentar Progressista comentou ainda sobre um caso de estupro de vulnerável cometido contra uma bebê com Síndrome de Down em Manaus. / Foto: Augusto Ferreira
O parlamentar Progressista comentou ainda sobre um caso de estupro de vulnerável cometido contra uma bebê com Síndrome de Down em Manaus. / Foto: Augusto Ferreira

Segundo o deputado, a proposta já foi protocolada junto à Mesa Diretora da Aleam, indicando ao Governo do Estado que tome as medidas necessárias para a criação do Centro. “Proponho a iniciativa no sentido de que seja incluída como uma política de governo. Este espaço será de fundamental importância para o apoio às crianças e adolescentes, vítimas de violência sexual”, disse Campelo.

Entre os serviços propostos ao ‘Centro Integrado’ estão o apoio direto do Judiciário, assistência social, segurança pública e perícia médica, bem como a otimização do processo, evitando que pais e responsáveis se desloquem para diversos lugares em busca de atendimento às ocorrências.

Foto: Augusto Ferreira
Foto: Augusto Ferreira

O parlamentar Progressista comentou ainda sobre um caso de estupro de vulnerável cometido contra uma bebê com Síndrome de Down em Manaus. A vítima tinha apenas um ano e um mês. “Peço Justiça máxima e absoluta. Que essa investigação seja célere e que esse criminoso esteja atrás das grades o mais breve possível. Coloco meu mandato à disposição para que essas pessoas, que tenham algum tipo deficiência, sejam respeitadas, valorizadas e acolhidas por todos nós”, finalizou Campelo.

*Com informações de assessoria

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Nickson Maciel
Carregar Mais Em Política

Deixe uma resposta

Leia Também

Alunos nordestinos fazem saudação nazista em sala de aula e são suspensos pela direção

Um grupo de adolescentes de 17 anos  do Colégio Santa Maria, um dos mais tradicionais da r…