ApĂłs episĂłdio de estupro contra bebĂȘ com sĂ­ndrome de down, deputado reforça criação de ‘Centro Integrado’ de apoio Ă  criança e adolescente

144

No Dia Internacional da Síndrome de Down, o presidente da Comissão de Promoção e Defesa dos Direitos das Crianças, Adolescentes e Jovens da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Álvaro Campelo (PP), subiu à tribuna da Casa, nesta quinta-feira (21), para reforçar a proposta de criação do Centro Integrado de Apoio à Criança e ao Adolescente (CICA) no Estado.

O parlamentar Progressista comentou ainda sobre um caso de estupro de vulnerĂĄvel cometido contra uma bebĂȘ com SĂ­ndrome de Down em Manaus. / Foto: Augusto Ferreira
O parlamentar Progressista comentou ainda sobre um caso de estupro de vulnerĂĄvel cometido contra uma bebĂȘ com SĂ­ndrome de Down em Manaus. / Foto: Augusto Ferreira

Segundo o deputado, a proposta jĂĄ foi protocolada junto Ă  Mesa Diretora da Aleam, indicando ao Governo do Estado que tome as medidas necessĂĄrias para a criação do Centro. “Proponho a iniciativa no sentido de que seja incluĂ­da como uma polĂ­tica de governo. Este espaço serĂĄ de fundamental importĂąncia para o apoio Ă s crianças e adolescentes, vĂ­timas de violĂȘncia sexual”, disse Campelo.

Entre os serviços propostos ao ‘Centro Integrado’ estĂŁo o apoio direto do JudiciĂĄrio, assistĂȘncia social, segurança pĂșblica e perĂ­cia mĂ©dica, bem como a otimização do processo, evitando que pais e responsĂĄveis se desloquem para diversos lugares em busca de atendimento Ă s ocorrĂȘncias.

Foto: Augusto Ferreira
Foto: Augusto Ferreira

O parlamentar Progressista comentou ainda sobre um caso de estupro de vulnerĂĄvel cometido contra uma bebĂȘ com SĂ­ndrome de Down em Manaus. A vĂ­tima tinha apenas um ano e um mĂȘs. “Peço Justiça mĂĄxima e absoluta. Que essa investigação seja cĂ©lere e que esse criminoso esteja atrĂĄs das grades o mais breve possĂ­vel. Coloco meu mandato Ă  disposição para que essas pessoas, que tenham algum tipo deficiĂȘncia, sejam respeitadas, valorizadas e acolhidas por todos nĂłs”, finalizou Campelo.

*Com informaçÔes de assessoria

ComentĂĄrios