Home Notícias Polícia Após estrangular e matar, assassino fez vídeo pedindo “mil desculpas”

Após estrangular e matar, assassino fez vídeo pedindo “mil desculpas”

2 min - tempo de leitura
968

Polícia Civil do RJ investiga a morte da arquiteta Thayane Nunes da Silva, encontrada sem vida nesta quinta-feira (2) no apartamento onde vivia em Campo Grande, Zona Oeste do Rio, na tarde de quinta-feira (2). O companheiro, Gilton Santos Pinto, é apontado como o principal suspeito. Ele foi preso após um acidente na BR-101 em que atingiu três carros.

Gilton postou nas redes sociais um vídeo em que pede “mil desculpas pelo que aconteceu” — mas não disse pelo quê. O vídeo foi apagado na sequência.

“Gente, eu estou aqui pedindo mil desculpas pelo que aconteceu hoje, para depois não me julgarem, julgarem os meus familiares. Porque a vida, é, ninguém sabe o que se passa com um casal”, afirma Gilton no vídeo.

Thayane Nunes da Silva – Mulher estrangulada no RJ

Investigadores da Delegacia de Homicídios da capital confirmaram que é ele fala no vídeo publicado na rede social.

De acordo com a Polícia Militar, o casal brigou em um quarto do apartamento e os vizinhos ouviram a discussão. Quando os policiais chegaram ao condomínio, o marido teria fugido e Thayane já estava morta. Ela foi estrangulada.

Thayane tinha mais de 40 mil seguidores e mostrava para eles uma rotina de casal apaixonado com o marido. Ela também exibia viagens e outra paixão: os exercícios físicos. Gilton postava frases de amor e sempre aparecia com a mulher.

Thayane e Gilson

Familiares e amigos postaram mensagens de pesar nas redes sociais.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Passeata de Nicson Marreira em Tefé foi um circo do horror protagonizado por 5 mil pessoas entre elas, muitas crianças

No sábado (24), a cidade de Tefé, distante 523km de Manaus, testemunhou um verdadeiro circ…