Após morte de prefeito, vice recebe proteção policial em Maraã

7

O vice-prefeito do município Maraã, 634 km de distância de Manaus, Luiz Magno Moraes (PT) passou a receber segurança policial, após o assassinato do prefeito Cícero Lopes, na noite de domingo (28/02).

Vice-prefeito de Maraã Luiz Magno Moraes
Vice-prefeito de Maraã Luiz Magno Moraes

A informação foi divulgada pelo Comando da Polícia Militar do Amazonas, que considera a existência de riscos à integridade do vice-prefeito. Magno e Cícero teriam divergências políticas. Havia uma inimizade com motivação política entre o prefeito e o vice-prefeito de Maraã, segundo o comandante da PM-AM, James Frota. O crime criou um clima de instabilidade na cidade, o vice prefeito está na delegacia do município sob proteção da policia. Até o momento a cidade está sob controle.

Luiz Magno, que é comerciante e tem 34 anos, foi eleito juntamente com Cícero Lopes para Prefeitura de Maraã em 2012. Entretanto, os dois passaram a divergir depois de assumirem os cargos. Segundo fontes da Prefeitura de Maraã, informaram que o vice-prefeito não trabalhava diretamente com o prefeito.

Loading...

Na manhã desta segunda-feira (29/02), um reforço policial, das Polícias Militar e Civil, foi enviado para Maraã. 6 homens do Batalhão de Choque de Manaus, que são especializados no controle de distúrbios civis. Porém, ainda na noite de domingo, 10 policiais militares lotados em Tefé foram encaminhados pera reforçar a segurança em Maraã.

Logo após o crime, a polícia iniciou buscas pelo assassino na cidade. A suspeita de que o autor do disparo de arma de fogo que causou a morte o prefeito ainda esteja em Maraã.

 

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook