Artista usa grafite para mostrar os sonhos de moradores de rua

28

Todo mundo usa redes sociais, como o Instagram para fotos com os amigos, com a família e até fotos mais artísticas quando bate aquela  inspiração.
Skid Robot, artista de rua, como a maioria dos artistas, resolveu usar a rede social para divulgar o seu trabalho, e o mais interessante, chamar a atenção das pessoas para um assunto mega importante.

Ele vai as ruas de Los Angeles com uma lata de spray, tentando interpretar e enquadrar os sonhos de pessoas sem abrigo, representando os quartos, as luzes e o conforto almejado e merecido por elas nas paredes, portões e muros da cidade.

Skid também leva donativos, mantimentos e atenção aos moradores de rua, que muitas vezes não são notados e nem recebem a atenção das pessoas que por eles passam.
O artista acredita que é possível discutir o assunto da falta de moradia e pobreza sem desumanizar o próximo.

Loading...

O resultado do trabalho é extremamente bonito e emocionante, confira comigo:

O artista quer chamar a atenção para a extrema pobreza pintando o que seria os sonhos dessas pessoas que não têm quase nenhum bem material.
O artista quer chamar a atenção para a extrema pobreza pintando o que seria os sonhos dessas pessoas que não têm quase nenhum bem material.
Ele também desenha cenários, inserindo-os em uma paisagem muito melhor do que a real.
Ele também desenha cenários, inserindo-os em uma paisagem muito melhor do que a real.
Skid Robot traz alegria a essas pessoas pois muda a rotina delas por alguns instantes.
Skid Robot traz alegria a essas pessoas pois muda a rotina delas por alguns instantes.
“Eu ofereço toda a ajuda que eu posso, eu tento ficar e conhecer algumas dessas pessoas e dar-lhes um ouvido aberto e coração”, disse Skid
“Eu ofereço toda a ajuda que eu posso, eu tento ficar e conhecer algumas dessas pessoas e dar-lhes um ouvido aberto e coração”, disse Skid
“Eu estou chamando a atenção para um ser humano que muitas vezes é encarado como inexistente”, disse sobre seu trabalho. “Não acho que é usá-los para meu benefício.”
“Eu estou chamando a atenção para um ser humano que muitas vezes é encarado como inexistente”, disse sobre seu trabalho. “Não acho que é usá-los para meu benefício.”
Ele usa o graffiti como expressão, e humaniza os moradores de rua, criando cenas em que os sujeitos não são apenas uma pessoa sem rosto e sem sorte, mas destacando a luta e o sonho de cada um, recriando em versões de spray as necessidades e os desejos de cada.
Ele usa o graffiti como expressão, e humaniza os moradores de rua, criando cenas em que os sujeitos não são apenas uma pessoa sem rosto e sem sorte, mas destacando a luta e o sonho de cada um, recriando em versões de spray as necessidades e os desejos de cada.
Ele usa seu talento e criatividade para além de chamar a atenção das pessoas para os sem-teto, também alegrar e levar um pouco de esperança aos que muitas vezes são esquecidos.
Ele usa seu talento e criatividade para além de chamar a atenção das pessoas para os sem-teto, também alegrar e levar um pouco de esperança aos que muitas vezes são esquecidos.
Skid humaniza o universo de pessoas carentes
Skid humaniza o universo de pessoas carentes
Sua arte lembra um pouco a de Banksy, também anônimo e também crítico.
Sua arte lembra um pouco a de Banksy, também anônimo e também crítico.
Ele ainda conversa e leva comida para eles cada vez que vai pintar algum cenário.
Ele ainda conversa e leva comida para eles cada vez que vai pintar algum cenário.

 

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook