Artur libera mais R$ 6,8 milhões para pagar empresas 5 dias antes das eleições

2

Um dia após o candidato Marcelo Ramos denunciar à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público do Estado (MPE-AM), um esquema de R$ 60 milhões em pagamentos de empresas às vésperas do segundo turno das eleições, novas ordens de pagamento de R$ 6,8 milhões foram autorizadas pelo prefeito Artur Neto. As novas ordens bancárias de R$ 3.400.382,49 e de R$ 3.450.690,12, favorecem as empresas Marquise e Tumpex.

Na segunda-feira (24/10) o candidato Marcelo Ramos apresentou denúncia a Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral para investigar que a coligação “Por uma só Manaus”, do prefeito Artur Virgílio Neto, armou um esquema de caixa 2, para usar na última semana de campanha eleitoral, com o claro objetivo de compra de votos.

O montante está estimado em R$ 60 milhões está previsto para ser liberado apenas 2 dias antes das eleições em Ordens Bancárias (OBs) encaminhadas ao Banco do Brasil. A Secretaria Municipal de Finanças (Semef) já liberou a empreiteiros e prestadores de serviços, somente nos dias 19, 20 e 21, Ordens Bancárias no valor total de R$ 27.530.148,90, a serem pagos a uma dezena de fornecedores. E já foram empenhados mais R$ 33.889.806,34, para pagamentos entre o dia 25 e 28 deste mês.

O maior volume dos pagamentos estava provisionado para ser sacado em espécie a partir desta terça (25) segundo denunciou um dos fornecedores que não concordou em repassar 50% do valor para a campanha do prefeito.

A coligação “Mudança Para Transformar” argumenta que é suspeito o fato de que a Prefeitura de Manaus “gastou da mesma fonte de recursos uma quantia 128% maior do que a soma de tudo o que havia gasto durante os 18 primeiros dias de outubro” e que existe a possibilidade de abuso de poder econômico por parte do titular do Poder Executivo.

Artur libera mais R$ 6,8 milhões para pagar empresas 5 dias antes das eleições
Artur libera mais R$ 6,8 milhões para pagar empresas 5 dias antes das eleições

 

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

Comentários