Biografia de Chico da Silva

4421

O nosso amazonense ilustre de hoje é o cantor e compositor Francisco Ferreira da Silva, conhecidíssimo no Brasil afora como Chico da Silva. Chico nasceu em Parintins, na Ilha Tupinambarana, Estado do Amazonas no dia 8 de maio de 1945.

Biografia de Chico da Silva
Biografia de Chico da Silva

Considerado um dos maiores m√ļsicos brasileiros ele tem um curr√≠culo que impressiona. Comp√īs m√ļsicas para Alcione e trabalhou com nomes do porte de Martinho da Vila. O compositor e cantor,come√ßou sua longa e bem-sucedida carreira em meados dos anos 80 e desde ent√£o seu samba verdadeiro e melodioso encantou gera√ß√Ķes e conquistou in√ļmeros f√£s.

Chico da Silva √© vermelho de cora√ß√£o, torcedor fan√°tico pelo boi Garantido! e devido o seu amor ao boi do pov√£o, ele fez in√ļmeras toadas dedicadas ao Garantido, mas tamb√©m fez lindas toadas para o contr√°rio, o Boi Caprichoso.

Biografia de Chico da Silva
Biografia de Chico da Silva

No in√≠cio de sua carreira fez parte do conjunto “Os Amigos do Som”, formado por Agnaldo do Samba, Mariolindo, Saci da Aparecida, L√ļcio Bahia, Manoel Batera & Cia. Em 1977 a cantora maranhense Alcione gravou sua composi√ß√£o, em parceria com Ven√Ęncio, “Pandeiro √© Meu Nome”, (LP “Pra que chorar”). Sua venda chegou √† marca de 400 mil c√≥pias.1 Tamb√©m em 1977 Chico da Silva foi contratado pela PolyGram. A meados dos anos 80, desenvolveu um estilo de samba particularmente melodioso.

Biografia de Chico da Silva
Biografia de Chico da Silva

Em 1977 a cantora Alcione lan√ßou o LP “Pra que chorar”, disco que chegou √† marca de 400 mil c√≥pias vendidas, gra√ßas ao sucesso do samba “Pandeiro √© meu nome”, de Chico da Silva e Ven√Ęncio. Neste mesmo ano Chico da Silva foi contratado pela PolyGram e lan√ßou o disco “Samba: quem sabe diz…” no qual regravou seu primeiro sucesso nacional, o samba “Pandeiro √© meu nome”, em parceria com Ven√Ęncio. No disco tamb√©m foram inclu√≠das as composi√ß√Ķes “O Barba Azul” (c/ Ven√Ęncio), “Ser√° que tem?” (c/ Airton Jos√©), “Lamento de bamba” (c/ Ant√īnio Tib√©rio), “√Č chato” (Chico da Silva), “A meia noite” (Chico da Silva), “Belo amanhecer” (Chico da Silva), “A volta ao mundo em 30 segundos” (c/ Ven√Ęncio), “Veja l√° voc√™” (Chico da Silva), “S√≥ o samba me domina” (c/ Antonio Tib√©rio), “O tempo passou” (Jos√© M√°rcio) e “No terreiro de Ossanha”, de T√ļlio Ricardo. A faixa “Pandeiro √© meu nome”, na interpreta√ß√£o de Chico da Silva foi inclu√≠da na trilha sonora da novela “Sem Len√ßo, Sem Documento”, da Rede Globo, que marcou a estr√©ia de Bruna Lombardi na emissora (hor√°rio da 19:00 horas). Na trilha tamb√©m constavam Moraes Moreira, Wando, Dudu Fran√ßa, Caetano Veloso, Peninha, Tim Maia, Placa Luminosa, Luiz Gonzaga, Vera de Campos, Lady Zu, Betinho e M√°rcio Lott.

Chico da Silva
Chico da Silva

Em 1978 Alcione incluiria em seu disco “Alerta Geral” mais uma composi√ß√£o de Chico da Silva, desta vez o samba “Sufoco”, em parceria com Antonio Jos√©. Neste mesmo ano lan√ßou o LP “Samba tamb√©m √© vida”, no qual interpretou “A chave” (c/ Ven√Ęncio), “Esquadr√£o do samba” (c/ Ven√Ęncio), “Convite a Roberto Carlos” (Chico da Silva), “Setembrino” (Paulo Deb√©tio e Paulinho Rezende), “Quem bate a√≠?” (c/ Zez√© Colm√©ia), “Amor sem ju√≠zo” (c/ Ven√Ęncio), “Segura eu” (c/ Paulo Deb√©tio e Paulinho Rezende), “Di√°rio de um bo√™mio” (Chico da Silva), “Abra√ßos de Noel” (Chico da Silva), “Pra chatear” (Chico da Silva), “Choramingo de saudade” (Cl√≥vis Cavalcanti e Wagner de Almeida) e a faixa-t√≠tulo “Samba tamb√©m √© vida”, de sua autoria. No ano seguinte, em 1979, lan√ßou o LP “Tudo mudou” do qual despontou mais um sucesso nacional, o samba “√Č preciso muito amor”, de Noca da Portela e Ti√£o da Miracema. Tamb√©m foram inclu√≠das no disco v√°rias composi√ß√Ķes de sua autoria, entre elas “Jurei” (c/ Joel Menezes), “Tanto amar” (c/ Ant√īnio Jos√©), “Sentimento doce”, “A dama do vestido mal feito” (c/ Ven√Ęncio), “O recado que mam√£e mandou” (c/ Ven√Ęncio), “A lei do samba” (c/ Ven√Ęncio), “Aquarela amazonense” (c/ Ven√Ęncio), al√©m da faixa-t√≠tulo “Tudo mudou”, tamb√©m em parceria com Ven√Ęncio. No disco interpretou outros compositores, entre os quais Sidney da Concei√ß√£o (Velho Est√°cio), Paulo Deb√©tio e Carlos Colla (Desejos) e Black Wilson em parceria com Ven√Ęncio na faixa (P√£o, banana e gafieira).

No ano de 1980, mantendo a regularidade de um disco por ano na mesma gravadora, lan√ßou o LP “Sonhos de menino”, no qual interpretou de sua autoria as faixas “Deus menino” (c/ Paulo Deb√©tio), “Verbena” (c/ Ambr√≥sio), “Cad√™ voc√™” (c/ Ven√Ęncio), “Um samba tango para Maria” (c/ Joel Menezes), “Breguelhegue”, “Dinor√°” (c/ Jorge Machado), “Hollyday on night”, “Meu partido √© pessoal” (c/ Aloysio Motta), al√©m de “Edi√ß√£o esgotada” (Paulo Deb√©tio e Paulinho Rezende), “Festa da ribeira” (Arandas J√ļnior) e “Flor mulher”, de Serginho do Vau e Anizio Rocha. A faixa “Sonhos de amanh√£” (c/ Ant√īnio Jos√©) contou com a participa√ß√£o especial do grupo As Chiquitas. No ano posterior gravou o disco “Os afazeres” que contou com arranjos de Roberto Menescal, Maestro Ivan Paulo e A√©cio Fl√°vio. Al√©m da faixa-t√≠tulo “Os afazeres”, de sua autoria, tamb√©m interpretou “√Āgua doce” (c/ Ven√Ęncio), “A solid√£o inundou esta cidade” (Serginho do Vau e Anizio Rocha), “Tempo bom” (Mois√©s e Jo√£o Paulo), “Pintando em verde e rosa” (Sidney da Concei√ß√£o), “Marcas” (c/ Arandas J√ļnior), “Prazeres”, “Por tr√°s do pano” (c/ Ven√Ęncio), “O recado de Iai√°”, “Sem raz√£o e sem vint√©m” (c/ Z√© Lima), “Me leva contigo” (c/ Ant√īnio Jos√©) e “Cantiga de Parintins, em parceria com Freddy.

Chico da Silva - Sonhos de menino
Chico da Silva – Sonhos de menino

Em 1982, ainda pela gravadora PolyGram, lan√ßou mais um disco, desta vez o LP “Samba na casa nossa”, no qual incluiu, entre outras, as faixas “Na casa nossa” (Chico da Silva), “A lenda dos Setes Mares do Amor” (Paulo Deb√©tio e Paulinho Rezende), “Velha manh√£” (Alceu Maia e Ruy Quaresma), “Anseios” (Chico da Silva), “Sangue de guerreiros” (Dutra e N√©lson), “Chegada” (c/ Argel Mazzani), “A chuva” (c/ Brito Par√°), “Revogar” Chico da Silva), “A√ßucena” (Chico da Silva), “Gatinha menina” (Chico da Silva), “A Deus pertence” (c/ Daniel e Ven√Ęncio) e “Chala√ßa”, de Arandas J√ļnior e Alberto Fonseca.

Chico da Silva - Samba na Casa Nossa
Chico da Silva – Samba na Casa Nossa

Em 1983, no disco “Sambaterapia” interpretou “Falso amor sincero” e “Agoniza mas n√£o morre”, ambas de autoria de N√©lson Sargento; “A louca” (Wilson Moreira e Nei Lopes); “Viver outra vez” (Rog√©rio En√≥e e Alfredo Lucas) e “O cavalo branco e o p√°ssaro verde (Mois√©s) e ainda de sua autoria “Minha mulher fala muito” (c/ Anizio Rocha), “Aquarela amaz√īnica” (c/ Jara), “Mulher, mulher”, “Domingo de Manaus”, “Amor de raiz”, “O direito do homem” e a faixa-t√≠tulo “Sambaterapia”, todas de sua autoria.

Chico da Silva - Samba quem sabe diz...
Chico da Silva – Samba quem sabe diz…

Em 1984 lan√ßou o LP “Samba na hora H” e no ano de 1988 o disco “Miss√£o de cantar”, ambos pela gravadora PolyGram.

Na década de 1990 foi acometido por uma doença que quase o impossiblitada de cantar, o que veio a atrapalhar sua carreira de cantor.

Em 1999 a gravadora PolyGram lan√ßou, pela S√©rie “Minha Hist√≥ria” o CD “Chico da Silva – Minha Hist√≥ria”, no qual foram compilados 14 sucessos de carreira: “Pandeiro √© meu nome” (c/ Ven√Ęncio), “Tempo bom tempo bom” (Mois√©s e Jo√£o Paulo), “Esquadr√£o do samba” (c/ Ven√Ęncio), “Deus menino” (c/ Paulo Deb√©tio), “√Č preciso muito amor” (Noca da Portela e Ti√£o da Miracema), “Me leva contigo” (c/ Ant√īnio da Silva), “Tudo mudou” (c/ Ven√Ęncio), “Festa da Ribeira” (Arandas J√ļnior), “O Barba Azul” (c/ Ven√Ęncio), “Convite a Roberto Carlos”, “A solid√£o inundou a cidade” (Serginho do Vau e Anizio Rocha), “Dinor√°” (c/ Jorge Machado), e “Por tr√°s do pano” (c/ Ven√Ęncio) e Sonhos de amanh√£” (c/ Antonio Jos√©).

Chico da Silva - Minha História
Chico da Silva РMinha História

No ano de 2008 a cantora Luciene Castro lan√ßou em sua homenagem o CD “Luciene Castro canta Chico da Silva”. Neste mesmo ano a gravadora Universal Music lan√ßou o CD “A popularidade de Chico da Silva” no qual foram compilados alguns sucessos de carreira. Neste mesmo ano comandava uma roda de samba no espa√ßo “Toca do Morcego” (Rua Picos das √Āguas com Avenida Djalma Batista) no centro de Manaus. Ainda em 2008, em setembro, participou do evento “O Grande Encontro Waikiru” (waikiru na l√≠ngua sater√™ mau√™ quer dizer ‘estrela’), promovido pela Prefeitura de Mau√™s (AM) e que contou com grandes estrelas do Amazonas como ele pr√≥prio, al√©m do cantador Ant√īnio Pereira e do grupo musical mau√™s Wakiru. Ainda em 2008 sua composi√ß√£o “At√©” foi inclu√≠da no disco do Boi Garantido, do qual √© um dos compositores de toada.

Dentre seus int√©rpretes destacam-se Alcione em “Pandeiro √© meu nome” e “Sufoco” e ainda Faf√° de Bel√©m em “Vermelho”, composi√ß√£o em homenagem ao Boi Garantido. Todas as tr√™s composi√ß√Ķes tornaram-se sucessos nacionais.

Em 2008 atuou como compositor do Boi Garantido, na grande festa de Parintins (AM). Chico √© vermelho de cora√ß√£o, fez in√ļmeras toadas para o Boi Garantido: Vermelho ‚Äď Boi de Carmo ‚Äď Festa da Ra√ßa ‚Äď Sonho de Liberdade ‚Äď Um Beijo na Palma da M√£o ‚Äď Garantido 2000, depois foi para o Boi Caprichoso, onde comp√īs: Gavi√£o Real ‚Äď Paraponera ‚Äď Azul ‚Äď Bailarina – Mana Manaus ‚Äď O Poeta e o Versador ‚Äď Amor √© o meu Nome ‚Äď Sina de Caboclo. Pouco tempo depois, voltou para o seu boizinho do cora√ß√£o vermelho na testa.

Candidatou-se a vereador por Manaus.

Chico da Silva √© est√° em seu segundo casamento e tem nove filhos e j√° √© bisav√ī. Mora em Manaus e continua fazendo shows e compondo para o seu novo disco.

Fonte: Dicion√°rio Cravo Albin da MPB.

Chico da Silva
Chico da Silva

 

Discografia

(2008) Chico da Silva ‚ÄĘ S√©rie A Popularidade ‚ÄĘ CD
(1999) Chico da Silva ‚ÄĘ S√©rie Minha Hist√≥ria ‚ÄĘ CD
(1988) Miss√£o de cantar ‚ÄĘ Polydor/PolyGram ‚ÄĘ LP
(1984) Samba na hora H ‚ÄĘ Polydor/PolyGram ‚ÄĘ LP
(1983) Sambaterapia ‚ÄĘ Polydor/PolyGram ‚ÄĘ LP
(1982) Samba na casa nossa ‚ÄĘ Polydor/PolyGram ‚ÄĘ LP

Coment√°rios