Boi Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura parintinense ao Teatro Amazonas

97

A noite do √ļltimo s√°bado, 31 de mar√ßo de 2018, o boi Caprichoso, atual campe√£o do Festival Folcl√≥rico de Parintins, fez um espet√°culo de arrepiar, nunca antes visto na hist√≥ria da cultura amazonense.

Em um espet√°culo sem precedentes, o Boi Bumb√° Caprichoso reafirmou seu pioneirismo ao adentrar o palco do Teatro Amazonas, √≠cone da arte brasileira e mundial, para realizar um registro audiovisual in√©dito: a grava√ß√£o do DVD ‚ÄúSabedoria Popular ‚Äď Uma Revolu√ß√£o Ancestral‚ÄĚ, tema que vai reger as tr√™s noites de apresenta√ß√£o no 53¬ļ Festival Folcl√≥rico de Parintins.

A emoção tomou conta dos torcedores, que preencheram os espaços do teatro colorindo o local em todos os tons de azul e, com olhos atentos, acompanharam cada detalhe da obra, que teve a assinatura do pesquisador e teatrólogo Márcio Braz, responsável pela direção artística do DVD, junto aos conselheiros de arte Chico Cardoso, Jair Almeida e Zandonaide Bastos. Na direção geral, o Presidente da Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso, Babá Tupinambá, o vice-presidente, Jender Lobato e o coordenador do Conselho de Arte, Ericky Nakanome.

Depois de materializar o Teatro Amazonas em in√ļmeras e vitoriosas apresenta√ß√Ķes na arena do Bumb√≥dromo de Parintins, foi a vez de o Boi Caprichoso marcar o solo sagrado do templo da cultura amazonense, em uma noite revolucion√°ria, que n√£o ser√° esquecida por quem teve a oportunidade de presenci√°-la. Junto ao elenco de itens oficiais do azul e branco, fizeram parte da apresenta√ß√£o cinco grupos coreogr√°ficos: Corpo de Dan√ßa Caprichoso (CDC), Troup Caprichoso, Grupo Caxemira, Cia de Dan√ßa Arte Sem Fronteira e Bal√© Folcl√≥rico do Amazonas. As torcidas oficiais Ra√ßa Azul e For√ßa Azul e Branca (FAB) abrilhantaram a noite.

Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura ao Teatro Amazonas / Foto: Katiuscia Ferreira
Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura ao Teatro Amazonas / Foto: Katiuscia Ferreira

‚ÄúMeu sentimento e o de todos os envolvidos neste trabalho √© de dever cumprido. Foi um espet√°culo formid√°vel e a maior recompensa √© ver o sorriso e a alegria da na√ß√£o azulada. Fazer o torcedor feliz √© nossa maior miss√£o. S√≥ tenho a agradecer a toda a equipe, pois tudo isso e fruto da nossa uni√£o e objetivo em comum, que √© o bicampeonato do Boi Caprichoso‚ÄĚ, disse o presidente Bab√° Tupinamb√°.

Caprichoso no palco ‚Äď O Bal√© Folcl√≥rico do Amazonas emoldurou a Cunh√£-Poranga Marciele Albuquerque, na encena√ß√£o que deu in√≠cio √† grava√ß√£o. Ao som da chamada tradicional, feita pelo Amo do Boi Prince do Caprichoso, a Marujada de Guerra e o Imperador David Assayag empolgaram o p√ļblico, que mostrou estar com as toadas 2018 na ponta da l√≠ngua, ao cantar ‚ÄúFestan√ßa Multicultural‚ÄĚ. A Porta-Estandarte Marcela Marialva provou que j√° conquistou espa√ßo fixo no cora√ß√£o da galera, incendiando o teatro ao se apresentar junto √†s torcidas oficiais, com a toada ‚ÄúPavilh√£o Azul‚ÄĚ.

Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura ao Teatro Amazonas / Foto: Katiuscia Ferreira
Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura ao Teatro Amazonas / Foto: Katiuscia Ferreira

Outro ponto alto foi a c√™nica do Auto do Boi, com a tradicional narrativa representada por Pai Francisco, M√£e Catirina, Amo do Boi, Sinhazinha da Fazenda e o dono da festa, Boi Caprichoso, que revive ap√≥s poderosa pajelan√ßa do curandeiro da tribo. Com o tripa oficial, Alexandre Azevedo, o boi fez sua evolu√ß√£o, embalado por ‚ÄúAmado Touro Negro‚ÄĚ.

A Rainha do Folclore Brena Diann√° fez jus ao verso de sua toada tema em 2018, ‚ÄúMajestade do Folclore‚ÄĚ, que diz ‚Äúa estrela do meu boi se rendeu a tua beleza‚ÄĚ. A bela parintinense, que este ano completa uma d√©cada defendendo o item n√ļmero 8, impressionou os torcedores com seu bailado.

A √≠ndia mais bela da tribo, personificada por Marciele Albuquerque retornou para uma apresenta√ß√£o marcada por for√ßa e garra, com a toada ‚ÄúDeusas da Guerra‚ÄĚ. A Sinhazinha da Fazenda Valentina Cid evoluiu ao som de ‚ÄúAzul do Meu Amor‚ÄĚ e mostrou toda sua gra√ßa e leveza no palco do teatro.

‚ÄúApocalipse Xam√Ęnico‚ÄĚ foi a trilha da apresenta√ß√£o do paj√© Netto Sim√Ķes, que dividiu o palco com bailarinos do Grupo Caxemira. O apresentador Edmundo Oran chamou a aten√ß√£o em sua performance como boto conquistador, dan√ßando com Brena Diann√° a toada ‚ÄúBoto Romanceiro‚ÄĚ.

A emo√ß√£o da galera azul e branca ao fazer hist√≥ria com o Boi Caprichoso, no Teatro Amazonas, foi coroada com as toadas ‚ÄúSou A Galera‚ÄĚ, ‚ÄúImbat√≠vel Galera‚ÄĚ e ‚ÄúBoi de Negro‚ÄĚ, uma das grandes apostas do bumb√° para a temporada 2018, por remontar as ra√≠zes da negritude, um dos elementos que influenciaram a dan√ßa do Boi Bumb√°.

‚ÄúEstou extasiado com a realiza√ß√£o deste trabalho, com pessoas deste n√≠vel de profissionalismo, agregando aos talentos do Boi Caprichoso outros grupos que s√≥ tem a somar em espet√°culos grandiosos, como o que o Boi Caprichoso realizou no Teatro Amazonas. Orgulho e gratid√£o definem a conclus√£o desta obra‚ÄĚ, disse coordenador do Conselho de Arte, Ericky Nakanome.

Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura ao Teatro Amazonas / Foto: Katiuscia Ferreira
Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura ao Teatro Amazonas / Foto: Katiuscia Ferreira

Detalhes ‚Äď O espet√°culo contou com mais de 200 pessoas envolvidas direta e indiretamente, entre produtores, artistas, itens oficiais, figurinistas e bailarinos. Os figurinos foram, em parte, confeccionados em Parintins, trazendo uma mistura de elementos folcl√≥ricos, tribais e afros. Outras indument√°rias foram cedidas pela Central T√©cnica de Produ√ß√£o do Teatro Amazonas (CTP).

Uma iluminação cênica especial, com uso de luzes de ribalta, tradicionais no teatro, moving light e efeitos especiais, ajudou a compor o cenário.

O DVD ‚ÄúSabedoria Popular ‚Äď Uma Revolu√ß√£o Ancestral‚ÄĚ tamb√©m teve imagens gravadas em Santar√©m (PA), com a equipe da empresa Paulino Produ√ß√Ķes, sob a dire√ß√£o de Jair Almeida, com a participa√ß√£o do apresentador, Edmundo Oran. Na √ļltima quinta-feira, 29 de mar√ßo, Marciele Albuquerque foi a personagem principal das grava√ß√Ķes em Presidente Figueiredo, personificada como Deusa da Guerra.

O Caprichoso realiza a √ļltima etapa da fase das grava√ß√Ķes no dia 21 de abril, quando promove festa no curral Zeca Xibel√£o, em Parintins.

A obra teve Jender Lobato, Saullo Viana, Délio Diniz e Zezinho Cardoso no comando da Produção Executiva. Chico Cardoso, Jair Almeida e Zandonaide Bastos assinam a Direção Artística. Na Produção de Campo, Daniel Baima, Edinalda Sampaio e Irian Butel. Felipe Monteiro coordenou a Direção de Coreografias, enquanto a Coordenação de Galera ficou com Neto Malta, Nilson Matos e Diego Andrade.

Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura ao Teatro Amazonas / Foto: Katiuscia Ferreira
Caprichoso leva sabedoria popular, raízes e cultura ao Teatro Amazonas / Foto: Katiuscia Ferreira

Coment√°rios