Cadela causa comoção após participar ativamente do velório de sua dona

128

Um amor al√©m da vida. A frase pode resumir a hist√≥ria de Belinha com sua dona, Telma Maria Pereira de Andrade, 53 anos, que faleceu v√≠tima de um c√Ęncer, na semana passada, em Teresina.

Belinha também sente saudades de sua dona Telma / Foto : Divulgação
Belinha também sente saudades de sua dona Telma / Foto : Divulgação

Uma foto tirada durante velório representa muito bem o afeto entre as duas que parece permanecer mesmo após a morte. Belinha tem quatro anos de idade e também acompanhou a maior parte do tratamento de sua dona que durou seis anos.

“A doen√ßa atacou o p√Ęncreas, pulm√£o e outros √≥rg√£os at√© atingir a coluna e chegar nos √ļltimos oito meses em um grau mais delicado. O tratamento durou seis anos e a cadela foi uma companheira a quem minha m√£e chamava de ‘sua enfermeira’. Todo dia a Belinha ficava sentada com ela e quando ia para fora de casa, a Belinha acompanhava. As duas ‘conversavam’ e brincavam”, relembra o ambientalista Dion√≠sio Neto, filho de Telma.

Belinha também sente saudades de sua dona Telma / Foto : Divulgação
Belinha também sente saudades de sua dona Telma / Foto : Divulgação

Dionísio conta que Belinha acompanhou o velório por toda a noite como se estivesse velando sua mãe.

“A Belinha acompanhou o vel√≥rio por toda noite. Em alguns momentos ficava em p√© ao lado do caix√£o; em outros, deitava embaixo. A gente viu ali o amor incondicional que acredito ser um anjo. Agora, ela sempre acompanha as rezas em casa e todo dia senta na cadeira durante o ter√ßo”, conta o ambientalista.

Belinha também sente saudades de sua dona Telma / Foto : Divulgação
Belinha acompanha os terços em memória de sua dona / Foto : Divulgação

Assim como fam√≠lia que chora pela perda de Telma, Belinha tamb√©m sente saudades de sua dona. “Ela todo dia chora no quarto e vamos lev√°-la na visita de t√ļmulo”, reitera o filho.

Fotos da família imortalizaram o amor de Belinha e Telma. Em muitas imagens, as duas aparecem sempre juntas.

Belinha também sente saudades de sua dona Telma / Foto : Divulgação
Belinha também sente saudades de sua dona Telma / Foto : Divulgação

“E como um anjo ela passou a noite toda ao seu lado. Mam√£e dizia que era a sua enfermeira. A Belinha… mostrou ser a companheira mais que fiel. Amor, vida, morte e ensinamentos”, postou Dion√≠sio Neto em sua rede social. Nos coment√°rios, internautas enalteceram o gesto de amor da cadelinha por sua dona.

Coment√°rios