Home Notícias Polícia Cai número de mortes violentas no primeiro trimestre de 2019 no Amazonas

Cai número de mortes violentas no primeiro trimestre de 2019 no Amazonas

4 min - tempo de leitura
15

O número de mortes violentas caiu 5,2% de janeiro a março de 2019, comparado com primeiro trimestre de 2018. O resultado confirmou a tendência de queda já registrada em fevereiro, quando só homicídios caíram 20% em relação a fevereiro de 2018. Os indicadores mostram o resultado do trabalho das forças de segurança, que realizaram nove grandes operações policiais integradas entre janeiro e março, com a prisão de 343 pessoas e apreensão de drogas e armas de fogo.

Os dados são da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e mostram que o levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o Núcleo de Estudos de Violência da USP, divulgado pelo site G1 na semana passada, não reflete a tendência de queda no índice de mortes violentas. Segundo o G1, os homicídios tiveram alta de 5,3% no primeiro bimestre de 2019 no Amazonas. O resultado, porém, foi influenciado pela alta em janeiro, período de transição, quando a nova administração estava começando aa implantar as novas diretrizes de segurança.

Já em fevereiro, como resultado do reforço das operações com as Polícias Militar e Civil, houve redução da criminalidade, tanto em casos de homicídio (- 20%), latrocínio (- 50%), como nos casos de roubos (-9,5%).

No primeiro trimestre de 2019, a redução de 5,2% no número de mortes violentas refletem a diminuição de 28,5% nos casos de lesão seguida de morte, de 7,1% nos casos de latrocínio e de 4,4% em homicídios. Somente em março, o número de homicídios na capital amazonense (58) foi o menor desde 2011.

Como resultado das operações policiais integradas houve a prisão de 343 pessoas e apreensão de 27 adolescentes e 27 armas de fogo, além de mais de 100 quilos de entorpecentes. Em fevereiro, o secretário de segurança, coronel Louismar Bonates, determinou a realização de uma operação específica para combater os homicídios, denominada “Pronta Resposta”. Na ocasião, 52 pessoas foram presas suspeitas de envolvimentos em homicídios, latrocínios, roubos e tráfico de drogas.

Mais da metade dos homicídios registrados em Manaus tem relação com o tráfico de drogas e a falta de depoimentos de testemunhas e familiares dificulta a elucidação dos crimes, segundo a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros. Um caminho para ajudar a polícia é através da denúncia anônima ao telefone 181, o disque-denúncia da SSP-AM, que funciona 24 horas por dia e atende a todo o Estado.

Números mostram melhoria nas ações de segurança pública do Governo / Foto : Divulgação
Números mostram melhoria nas ações de segurança pública do Governo / Foto : Divulgação

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Quanto tempo levaremos até vivermos em uma sociedade sem dinheiro?

O dinheiro muitas vezes parece ser uma das únicas coisas da nossa sociedade e do nosso est…