Calamidade total em Roraima! Governador vai decretar “Estado de Calamidade”

363

A situação não está nada fácil no Estado vizinho ao norte. Roraima está a beira de uma guerra na qual o país fronteira já colocou misseis em direção para tentar impedir um avanço estrangeiro no país.

Hoje,¬† dia 24, o governador de Roraima, Ant√īnio Denarium, anunciou que decretar√° estado de calamidade na sa√ļde p√ļblica do Estado. Segundo Denarium, a decis√£o foi tomada ap√≥s o agravamento dos conflitos na Venezuela, que resultou no aumento do n√ļmero de feridos que s√£o removidos para hospitais do estado.

‚ÄúN√≥s j√° est√°vamos com a situa√ß√£o cr√≠tica na sa√ļde aqui no estado de Roraima e, com a onda de viol√™ncia na Venezuela, essa crise se agravou mais ainda‚ÄĚ, afirmou em coletiva de imprensa. O decreto j√° foi assinado e dever√° ser publicado na edi√ß√£o desta segunda-feira (25) do Di√°rio Oficial do estado.

‚ÄúN√≥s vamos decretar estado de calamidade p√ļblica na sa√ļde de Roraima para que a gente possa ter a possibilidade de fazer compras emergenciais de medicamentos e material m√©dico-hospitalar‚ÄĚ, acrescentou Denarium.

Somente nas √ļltimas 36 horas, 18 feridos deram entrada no Hospital Geral de Roraima (HGR), em Boa Vista, com ferimentos por arma de fogo. Desse total, 13 tiveram que passar por cirurgia e est√£o internados em unidades de terapia intensiva (UTIs).

O governo do estado também analisa a possibilidade de contratar leitos hospitalares privados, caso aumente a demanda por internação. Segundo o governador, no HGE, principal hospital do estado, já não há mais disponibilidade de UTI nem leitos.

Desde a sexta (22), hospitais do estado recebem vítimas de conflitos em cidades venezuelanas © REUTERS/Ricardo Moraes
Desde a sexta (22), hospitais do estado recebem vítimas de conflitos em cidades venezuelanas © REUTERS/Ricardo Moraes

Coment√°rios

Receba nossas atualizações no seu e-mail: