Câmara de Maués aprova processo de Cassação do prefeito Carlos Góes

11

A Câmara Municipal de Vereadores de Maués acatou, na manhã de quinta-feira (14/4), o pedido para abertura do processo de cassação de mandato do prefeito Raimundo Carlos Góes Pinheiro (PT). O apresentado pelo vereador Luiz Carlos Dinelli (PV), o pedido foi aprovado durante sessão plenária. O parlamentar tomou como base o Decreto Lei nº 201/1967, que em seu artigo 4º dispõe sobre atos de infrações político-administrativas, conforme o despacho nº 070.2016.GAJADM.1066412.2016.1760 expedido procurador-Geral de Justiça,  Carlos Fábio Braga Monteiro

O pedido foi aprovado por 5 dos 8 parlamentares presentes na sessão desta quinta (14/4) do Legislativo Municipal, segundo informação do relator da comissão, vereador Ari Menezes (PP). Um vereador votou contra e outro se absteve. Na quinta-feira 8 parlamentares faltaram à sessão da Câmara.

Segundo o vereador Luiz Carlos, o prefeito tem se negado a fornecer informações sobre gastos e andamento de obras da prefeitura.
A comissão tem 5 dias para notificar o prefeito e mais 10 para que ele apresente sua defesa. Após esta fase, um parecer é apresentado ao plenário para votação dos vereadores.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Maués informou que, até o final da tarde da quinta-feira (14/4), iria enviar uma nota à imprensa, mas não cumpriu a promessa.

Loading...

O prefeito de Maués, Carlos Góes, responde ainda investigação na CPI da saúde que trata sobre aplicação de recursos e funcionários fantasmas. A CPI estava na fase da oitiva de testemunhas. O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, Luizinho Canindé, informou que até maio os trabalhos deverão estar concluídos.

Foto: Bahia
Prefeito de Maués Padre Carlos Góes

Foto: Bahia

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook