Campanha de Vacinação contra a Influenza deve ser iniciada na próxima quarta-feira (20) em Manaus

82

Cumprindo agenda oficial em Bras√≠lia (DF), nesta sexta-feira, 15/3, o prefeito de Manaus, Arthur Virg√≠lio Neto, esteve reunido com o ministro da Sa√ļde (MS), Luiz Henrique Mandetta, que garantiu ainda para hoje o envio do primeiro lote de vacinas contra o v√≠rus H1N1 para a capital do Amazonas. Ao todo, ser√° enviado 1 milh√£o de doses da vacina trivalente para todo o Estado, das quais 455.083 ser√£o destinadas para o p√ļblico-alvo da capital.

O Prefeito de Manaus, Arthur Virg√≠lio Neto, esteve reunido com o ministro da Sa√ļde (MS), Luiz Henrique Mandetta. / Foto: M√°rio Oliveira/Semcom
O Prefeito de Manaus, Arthur Virg√≠lio Neto, esteve reunido com o ministro da Sa√ļde (MS), Luiz Henrique Mandetta. / Foto: M√°rio Oliveira/Semcom

Em Manaus, a Campanha de Vacinação contra a Influenza deve ser iniciada na próxima quarta-feira, 20/3, tempo para que as vacinas passem por todos os procedimentos necessários até a distribuição nas 183 salas de vacinação da Prefeitura de Manaus e nas demais salas de vacina do Governo do Estado.

Conforme o ministro Luiz Henrique Mandetta, as vacinas contra a Influenza produzidas no Brasil obedecem a um cronograma de distribui√ß√£o e s√£o resultado da coleta feita pelo Instituto Butantan das cepas virais que afetam as diferentes regi√Ķes do pa√≠s neste per√≠odo.

‚ÄúTemos o lote inicial que, geralmente, √© destinado para Estados mais ao Sul, onde tem o frio e uma quantidade maior de idosos. Em fun√ß√£o da agressividade do v√≠rus e da grande concentra√ß√£o de casos em Manaus, conseguimos, em tempo recorde, fazer a libera√ß√£o no dia de hoje (sexta-feira) para capital do Amazonas‚ÄĚ, explicou Mandetta, que destacou a colabora√ß√£o da Ag√™ncia Nacional de Vigil√Ęncia Sanit√°ria (Anvisa) e do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Sa√ļde (INCQS), da Funda√ß√£o Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Rio de Janeiro (RJ), na certifica√ß√£o das doses liberadas.

O prefeito de Manaus afirmou estar impressionado com os conhecimentos, a afabilidade e a capacidade de trabalhar do ministro Mandetta, uma vez que foi necess√°rio, segundo ele, uma ‚Äúopera√ß√£o de guerra‚ÄĚ para antecipar as vacinas para a capital amazonense, de onde tamb√©m ser√£o distribu√≠das pelo Governo do Estado para todo o interior do Amazonas.

‚ÄúFicamos gratos pela aten√ß√£o demonstrada por toda a equipe t√©cnica do minist√©rio e do pr√≥prio ministro. O Brasil precisa de pessoas com essa no√ß√£o de cumprimento do dever e, em Manaus, cumpriremos com a nossa parte. Nos comprometemos em ficar entre as primeiras capitais a cumprirem a meta de vacina√ß√£o estabelecia pelo Minist√©rio da Sa√ļde‚ÄĚ, afirmou o Arthur Neto.

O encontro aconteceu em Brasília, nesta sexta-feira (15). / Foto: Mário Oliveira/Semcom
O encontro aconteceu em Brasília, nesta sexta-feira (15). / Foto: Mário Oliveira/Semcom

Desde o início do mês de março, Prefeitura de Manaus, Governo do Estado e a bancada federal amazonense fizeram um esforço conjunto para antecipar a campanha de vacinação no Amazonas.

‚ÄúDesde o in√≠cio, o prefeito Arthur vem mantendo esse contato com o minist√©rio para levar a tranquilidade que a popula√ß√£o de Manaus precisa‚ÄĚ, disse o ministro da Sa√ļde. Ele tamb√©m chamou a aten√ß√£o para a necessidade de a popula√ß√£o contribuir com o controle da doen√ßa, tomando os cuidados preventivos, como lavar as m√£os e evitar locais de grandes aglomera√ß√Ķes.

‚ÄúA vacina √© endere√ßada para os grupos de risco e leva um tempo para que os anticorpos se ativem, por isso, a popula√ß√£o deve colaborar com a preven√ß√£o‚ÄĚ, finalizou Luiz Henrique Mandetta.

Ao fim do encontro, o prefeito de Manaus aproveitou a oportunidade para pleitear uma poss√≠vel flexibiliza√ß√£o dos recursos do Sistema √önico de Sa√ļde (SUS), que dever√° ser discutida em outra audi√™ncia. ‚ÄúSaio feliz, conheci mais de perto essa bela figura de homem p√ļblico, que demonstra estar sintonizado para a efetiva sa√ļde da popula√ß√£o brasileira que mais precisa‚ÄĚ, encerrou Virg√≠lio.

Campanha
A Prefeitura de Manaus j√° est√° estruturada para dar in√≠cio √† vacina√ß√£o dos grupos priorit√°rios contra a Influenza, com os servidores das 183 salas de vacina preparados para atender a demanda. Segundo o secret√°rio municipal de Sa√ļde (Semsa), Marcelo Magaldi, o primeiro lote de vacinas est√° previsto para chegar √† capital amazonense neste fim de semana. ‚ÄúA partir do recebimento, entra em a√ß√£o nossa log√≠stica para fazer a distribui√ß√£o das doses para as 183 salas de vacina do munic√≠pio. Nossa expectativa √© de iniciar a vacina√ß√£o √†s pessoas priorit√°rias na pr√≥xima quarta-feira, 20/3‚ÄĚ, disse.

O Ministro da Sa√ļde garantiu o envio do primeiro lote de vacinas contra o v√≠rus H1N1 para a capital do Amazonas. / Foto: M√°rio Oliveira/Semcom
O Ministro da Sa√ļde garantiu o envio do primeiro lote de vacinas contra o v√≠rus H1N1 para a capital do Amazonas. / Foto: M√°rio Oliveira/Semcom

Segundo a Semsa, fazem parte do grupo de risco 455.083 pessoas na capital, dos grupos preconizados pelo Minist√©rio da Sa√ļde. S√£o crian√ßas de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias; gestantes; pu√©rperas (at√© 45 dias ap√≥s o parto); trabalhadores de sa√ļde; povos ind√≠genas; indiv√≠duos com 60 anos ou mais de idade; a popula√ß√£o privada de liberdade; funcion√°rios do sistema prisional; e professores da rede p√ļblica e privada.

Tamb√©m integram os grupos a receberem a vacina as pessoas portadoras de doen√ßas cr√īnicas n√£o transmiss√≠veis; as portadoras de outras condi√ß√Ķes cl√≠nicas especiais como doen√ßa respirat√≥ria cr√īnica, doen√ßa card√≠aca cr√īnica, doen√ßa renal cr√īnica, doen√ßa hep√°tica cr√īnica, doen√ßa neurol√≥gica cr√īnica, diabetes, imunossupress√£o, obesos, transplantados e portadores de trissomias (S√≠ndrome de Down, S√≠ndrome de Edward, S√≠ndrome de Patau, S√≠ndrome de Warkany).

Para receber a dose da vacina, √© importante levar o Cart√£o de Vacina√ß√£o e um documento de identifica√ß√£o. Pessoas com doen√ßas cr√īnicas ou com outras condi√ß√Ķes cl√≠nicas especiais dever√£o apresentar, tamb√©m, prescri√ß√£o m√©dica especificando o motivo da indica√ß√£o da vacina. Pacientes cadastrados em programas de controle das doen√ßas cr√īnicas do SUS dever√£o se dirigir aos postos em que est√£o registrados para receberem a dose, sem necessidade de prescri√ß√£o m√©dica. Para os profissionais do p√ļblico-priorit√°rio, basta apresentar o contracheque ou crach√°.

Coment√°rios