Carta dos Indígenas ao Governador José Melo

539

Hoje, nós indígenas que estamos morando há mais de 4 anos no bairro União dos povos indígenas situado no Tarumã na rua Paraíso Tropical, estivemos aqui na sede do governo solicitar uma audiência com o Sr. Governador José Melo afim de conversarmos sobre o pedido do governo que entrou com mandado para reintegração da terras onde estamos.

Manifestação Indígena em frente a sede do governo do Amazonas
Manifestação Indígena em frente a sede do governo do Amazonas

Já apareceram mais de cinco donos para as terras e nenhum tem documentação, agora só o governo reivindica as terras. Aqui temos mais de 300 famílias sendo 12 etnias : Mundurukú, Miranhas, Kocamas, Apurinãs, Muras, Saterês, Miratapuias, Barés, Tucanos, Ticuna, Caixana, etc.

Tivemos ontem no fórum da justiça federal, terceira vara e fomos tratados como indivíduos de caráter duvidoso, foi questionado até a veracidade de nossos registros (Rani), estamos só, a Funai fecha os olhos para nossa causa e nem tenta pelo menos alguma alternativa para que nós indígenas possamos ter um teto aqui na cidade.

Loading...

Estamos aqui, também temos direito de ir para a Base (Aldeia) e vim para cidade a procura de melhoras para nossas famílias, afinal nossos antepassados estavam nas terras primeiros. Eram os donos e hoje até onde ficam as bases indígenas não é nossa e sim da UNIÃO e isso só por causa de acordo internacionais, se não fora já estávamos todos mortos.

Quanto a veracidade dos nossos registros que foram questionadas a Funai calou porquê ? Fomos discriminados pelo próprio Excelentíssimo Juiz, em nada fomos defendidos.

Pedimos ao Senhor Governador que se compadeça de nosso povo, somos filhos da terra e originário do Amazonas e não de outros Estados. Somos esquecidos até pelos os que deveriam nos representar, nosso País está alheio para nossas causas e só lembram de nós quando é tempo de políticas ou quando vão se apresentar internacionalmente à fins de verbas, aí pintam garotas brancas e bonitas como se fossem indígenas, mas os índios verdadeiros não ganham passagens de avião. É muito fácil para quem está de fora abrir a boca e dizer que índio tem que estar no mato e não na cidade, que temos privilégios, que não prestamos, que somos bandidos etc.

Carta dos Indígenas ao Governador José Melo
Carta dos Indígenas ao Governador José Melo

Como já disse : Procuramos na cidade grande os mesmos direitos de melhorias para nossa famílias, muitos brancos interioranos vieram pra cidade em busca do melhor pra suas famílias temos exemplos de parlamentares. O nosso Governador é um exemplo, vindo das raízes do interior Eirunepé onde predomina as etnias Kulina e Kanamari. As leis Brasileiras nos dão alguns privilégio, mas de que adianta se para gozarmos desses é preciso ter o foco da imprensa isso é quando a interesses. Quanto aos bandidos esses tem em todas as raças, nosso Brasil foi colonizado pelos lixos que Portugal não queria, no nosso meio pode até ser que tenha pessoas de índole duvidosa assim como também em todo canto, temos exemplos na nossa política. Atirem a primeira pedra aquele que não tiver erros !

SENHORES PARLAMENTARES DO ESTADO DO AMAZONAS, Pedimos que olhem pra nossa causa, nos ajudem ! Cumprimos nossos deveres como cidadão Brasileiro, nosso povo comparece nas urnas também. Porque pelo menos não nos oferecem políticas habitacionais voltadas para a cultura indígena ? Apenas querem nos tirar das terra na marra ? Para onde iremos com nossas famílias e crianças? Por sermos indígenas não somos ligados nas causas de vocês ?

NOSSA COMUNIDADE UNIÃO DOS POVOS INDÍGENAS SEGUE AGUARDANDO AJUDA PARLAMENTAR. OBRIGADO.

Manifestação Indígena em frente a sede do governo do Amazonas
Manifestação Indígena em frente a sede do governo do Amazonas

Comentários

comentários