Caso Luciana Sinzimbra : Para delegada do caso ‘Falta de elementos’ impede prisão de agressor

2081

Que país é esse?! A advogada registra a surra que levou. Fez o Boletim de Ocorrência. Denunciou o caso à polícia. O vídeo vaza e choca o país inteiro e a delegada do caso, a Ana Elisa Gomes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM) falou nessa quarta-feira (26) sobre o caso que ganhou repercussão envolvendo Victor Junqueira, filho do ex-prefeito de Anápolis Eurípedes Junqueira, e a advogada Luciana Sinzimbra, de acordo com informações do ‘Mais Goiás’.

‘Falta de elementos’ impede prisão de agressor
‘Falta de elementos’ impede prisão de agressor

Apesar de as imagens gravadas pela vítima terem sido divulgadas, Ana Elisa afirma não existir elementos necessários para a prisão preventiva do agressor. “Ele não está prejudicando o trabalho dos investigadores ou praticando outros crimes contra a vítima. O fato não foi em flagrante, ele tem residência fixa e compareceu à delegacia acompanhado de um advogado, portanto não ocorrerá a prisão por hora”, explicou.

“Se Victor difamar ou desqualificar L.S. na internet ou perturbar o trabalho de investigação, por exemplo, ele pode ser preso”, conta a delegada.

Segundo a reportagem, Victor já foi ouvido pela polícia, mas o caso está sendo tratado com discrição pelo fato de constrangimento da vítima.

“O inquérito foi concluído na sexta-feira e remetido ao poder judiciário na data de hoje [quarta-feira]. A vítima foi orientada sobre as medidas protetivas de urgência enquanto as investigações estão em andamento”, disse a delegada ao Mais Goiás.

Comentários

Receba nossas atualizações em seu e-mail: