Inicial Notícias Internacional Cidade chinesa construirá hospital em 6 dias para tratar pacientes do Coronavírus

Cidade chinesa construirá hospital em 6 dias para tratar pacientes do Coronavírus

3 minuto de leitura
0
7,551

A pequena cidade de Wuhan, na China, irá promover um feito histórico no mundo. Eles irão construir em apenas 6 dias um hospital especial para tratar pacientes infectados com o coronavírus. O local, projetado para ter uma área de 25 mil m², deverá ser construído em seis dias e entrar em operação no dia 3 de fevereiro. Desse surto, até o momento, 26 pessoas já morreram e mais de 900 foram contaminadas.

De acordo com a Xinhua, agência oficial de notícias do governo chinês, o hospital foi planejado para acomodar mil leitos e deve reunir recursos médicos para fornecer tratamento isolado e eficiente para os pacientes com o vírus.

Cidade chinesa construirá hospital em 6 dias para tratar pacientes do Coronavírus / Divulgação

Máquinas — incluindo 35 escavadeiras e 10 tratores — chegaram ao local na noite de ontem com o objetivo de acelerar a construção, iniciada nesta semana e que deve ser finalizada até segunda-feira, numa corrida contra o tempo.

As autoridades estão pagando aos trabalhadores o equivalente a US$ 173 por dia – três vezes o salário habitual – para acelerar a obra, informou o jornal South China Morning Post.

No tratamento e controle da SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave), que se espalhou rapidamente em 2003, Pequim construiu o Hospital Xiaotangshan, um centro médico temporário. O local ficou pronto em sete dias.

Atualmente, novos pacientes com coronavírus estão sendo tratados em vários hospitais designados e em 61 clínicas em Wuhan. Devido ao alto número de infectados, as farmácias da cidade começam a ficar sem suprimentos, e os hospitais sobrecarregados e com filas de pessoas buscando ajuda médica.

Além do novo hospital, o governo chinês convocou médicos militares para ajudar a conter o surto de coronavírus. Segundo a emissora nacional CCTV, o comando militar central, os militares devem auxiliar médicos e enfermeiros civis nos hospitais.

Pelo menos 40 médicos do hospital militar de Wuhan já começaram a trabalhar na unidade de terapia intensiva do Hospital Pulmonar de Wuhan.

Cidade chinesa construirá hospital em 6 dias para tratar pacientes do Coronavírus / Divulgação

China confina 40 milhões em 13 cidades

Mais de 40 milhões de chineses foram isolados em suas cidades hoje depois da imposição de restrições de transporte em outras quatro localidades para evitar a propagação do coronavírus.

Ao todo, 13 prefeituras adotaram medidas de confinamento na região de Wuhan (centro), a metrópole de 11 milhões de habitantes, onde se detectou o vírus em dezembro.

De acordo com a Comissão Nacional de Saúde da China, mais de mil casos considerados suspeitos estão sendo investigados.

O Japão anunciou, na madrugada de hoje, o registro de mais uma pessoa infectada pelo vírus. Uma segunda pessoa infectada também foi confirmada na última madrugada na Coreia do Sul.

Há poucas horas, o Cirque du Soleil anunciou o cancelamento de todos os espetáculos na cidade de Hangzhou, na China. Mesmo diante desse cenário, a Organização Mundial da Saúde (OMS) voltou a considerar prematuro declarar situação de emergência internacional, mas reconheceu a urgência na China, acrescentando que acompanha atentamente a situação.

A OMS admite voltar a reunir uma comissão de peritos para analisar a questão. Três cidades chinesas estão de quarentena. Até agora não há conhecimento de qualquer caso na Europa.

Muitos aeroportos em todo o mundo já estão adotando medidas de controle dos passageiros procedentes da China.

*Com informações das agências AFP e Agência Brasil

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas
Comentários estão fechados.