Cidades das Luzes é ocupada por supostos indígenas

92

A √°rea onde estava instalada a invas√£o Cidade das Luzes, no Tarum√£, Zona Oeste, est√° sendo novamente ocupada. Cerca de 15 homens, supostamente ind√≠genas, j√° cercaram lotes, armaram barracos e instalaram uma placa com o bras√£o do governo federal e a indica√ß√£o ‚ÄúParque das Tribos‚ÄĚ. Trata-se de uma reserva ind√≠gena urbana vizinha ao terreno invadido. Os novos ‚Äúmoradores‚ÄĚ pretendem estender os limites da reserva √† antiga invas√£o.

Foto: Josemar Antunes
Foto: Josemar Antunes

O terreno particular, de 61 mil hectares era ocupado por 5 mil fam√≠lias, instaladas h√° 2 anos antes da desocupa√ß√£o. N√£o h√° mais policiamento, carros e motos voltaram a circular livremente pelo local. Os ‚Äúind√≠genas‚ÄĚ, com ter√ßados, martelos e paus, n√£o quiseram falar sobre o assunto. A √°rea est√° desocupada desde do dia 11 de dezembro de 2015 por ordem judicial de reintegra√ß√£o de posse.

Porem, o terreno onde foi estabelecido o ‚ÄúParque das Tribos‚ÄĚ tamb√©m est√° em lit√≠gio. No dia 9 de dezembro do ano passado, em a√ß√£o conjunta, o Minist√©rio P√ļblico Federal (MPF-AM), a Defensoria P√ļblica da Uni√£o (DPU), a Defensoria P√ļblica do Estado (DPE-AM) e a Advocacia-Geral da Uni√£o (AGU) obtiveram a suspens√£o de decis√£o judicial que determinava a retirada de 200 fam√≠lias ind√≠genas do local. A reintegra√ß√£o de posse foi determinada pela 3¬™ Vara Federal de Manaus, em julho de 2015.

Segundo o secret√°rio de Seguran√ßa P√ļblica do Estado, S√©rgio Fontes, o policiamento ostensivo ser√° refor√ßado para impedir qualquer constru√ß√£o de casas no local. A secretaria espera uma decis√£o da Justi√ßa Federal para desocupar tamb√©m o ‚ÄúParque das Tribos‚ÄĚ.

Coment√°rios