Cidades das Luzes é ocupada por supostos indígenas

34

A área onde estava instalada a invasão Cidade das Luzes, no Tarumã, Zona Oeste, está sendo novamente ocupada. Cerca de 15 homens, supostamente indígenas, já cercaram lotes, armaram barracos e instalaram uma placa com o brasão do governo federal e a indicação “Parque das Tribos”. Trata-se de uma reserva indígena urbana vizinha ao terreno invadido. Os novos “moradores” pretendem estender os limites da reserva à antiga invasão.

Foto: Josemar Antunes
Foto: Josemar Antunes

O terreno particular, de 61 mil hectares era ocupado por 5 mil famílias, instaladas há 2 anos antes da desocupação. Não há mais policiamento, carros e motos voltaram a circular livremente pelo local. Os “indígenas”, com terçados, martelos e paus, não quiseram falar sobre o assunto. A área está desocupada desde do dia 11 de dezembro de 2015 por ordem judicial de reintegração de posse.

Porem, o terreno onde foi estabelecido o “Parque das Tribos” também está em litígio. No dia 9 de dezembro do ano passado, em ação conjunta, o Ministério Público Federal (MPF-AM), a Defensoria Pública da União (DPU), a Defensoria Pública do Estado (DPE-AM) e a Advocacia-Geral da União (AGU) obtiveram a suspensão de decisão judicial que determinava a retirada de 200 famílias indígenas do local. A reintegração de posse foi determinada pela 3ª Vara Federal de Manaus, em julho de 2015.

Segundo o secretário de Segurança Pública do Estado, Sérgio Fontes, o policiamento ostensivo será reforçado para impedir qualquer construção de casas no local. A secretaria espera uma decisão da Justiça Federal para desocupar também o “Parque das Tribos”.

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

Comentários