Cleusa ‘de mala e cuia’ vence disputa com ajuda da internet e assina o div√≥rcio

4557

Com uma hora de atraso, Denilson Flor√™ncia, ex-marido de Cleusa ‘de mala e cuia’, Cruz, de 51 anos, chegou e assinou o div√≥rcio na manh√£ desta segunda-feira, em um cart√≥rio da Taquara, em Jacarepagu√°, na Zona Oeste do Rio. A cabeleireira esperava por isso h√° 25 anos.

Cleusa de Mala e Cuia participa do ‘Encontro’ para falar sobre o famoso div√≥rcio
A história de Cleusa está sendo acompanhada pelo Brasil desde que ela postou seu drama nas redes sociais prometendo se mudar para a casa do ex-marido, já que ele não dava o divórcio a ela e vive há 25 anos com outra mulher há anos.

Toda de preto, a mulher conta que quer enterrar o casamento com Denilson. Ela foi de mala e cuia para o cart√≥rio caso o ex-marido n√£o aparecesse. ‚ÄúEsse √© o casamento que eu quero sepultar. Estou de preto, pois hoje √© um dia f√ļnebre. Vinte cinco anos em dez minutos resolve. N√£o fui porque ele prometeu vir assinar. Se ele n√£o tivesse vindo, sairia daqui direito para casa dele”, avisou Cleusa.

Cleusa Cruz conhece o sertanejo Leonardo no Espaço Hall РEvandro Tavares/Divulgação
Cleusa ganhou o pa√≠s quando postou sua hist√≥ria nas redes sociais. Desde ent√£o, o Brasil acompanha sua saga e torce pela cabeleireira. ‚ÄúEssa √© uma expectativa muito grande que mexeu com o Brasil e o mundo. J√° estive aqui tr√™s vezes para assinar. Da outra vez sa√≠ daqui chorando. Espero que o Denilson venha e resolva isso, que ser√° bom para mim e ele‚ÄĚ, disse ela.

Depois que se tornou famosa, a vida de Cleusa mudou totalmente. At√© conhecer seu √≠dolo, o cantor Leonardo, ela conseguiu. No √ļltimo s√°bado, O DIA promoveu o encontro dela com o artista. Depois do div√≥rcio, a cabeleireira espera que coisas boas continuem a acontecer em sua vida.

“Muitas mulheres t√™m se identificado com a minha causa. Uma crian√ßa me ligou pedindo que eu pedisse ao pai dela para assinar o div√≥rcio da m√£e, que est√° triste. Eu estou inspirando varias mulheres. E hoje vou conseguir o meu. Eu serei a nova solteirinha”, espera a mulher.

Na porta do carteiro dezenas de pessoas cumprimentavam Cleusa e perguntava se, enfiam o div√≥rcio sairia. Uma das que pararam e saudaram a cabeleireira foi a cuidadora de idosos Maria Helena de Almeida, 59. ‚ÄúCleusa, √© hoje que esse div√≥rcio sai?‚ÄĚ, indagou a mulher a Cleusa.

Ao DIA, Maria Helena contou que tem acompanhado a saga da cabeleireira para conseguir o div√≥rcio. ‚ÄúEu queria mesmo √© que ela fosse para a casa do Denilson. No entanto, fico feliz que ela esteja aqui hoje para assinar a separa√ß√£o‚ÄĚ, afirmou. Perguntada se ela tem acompanhado na internet a saga da mulher, a cuidadora disse que ‚Äúachou engra√ßado o caso e que n√£o perde nenhuma postagem da mulher‚ÄĚ, completou.

Outra que saiu do trabalho ‚ÄĒ ao lado do cart√≥rio ‚ÄĒ para tirar fotos e dizer que acompanha Cleusa foi a auxiliar de escrit√≥rio Juliana Rufino, 37. ‚ÄúVoc√™ √© uma guerreira. Merece resolver esse imbr√≥glio‚ÄĚ, disse Juliana √† Cleusa.

√Ä reportagem, Juliana disse que, ‚Äúa rede social serve para muitas coisas, inclusive expor as indigna√ß√Ķes‚ÄĚ. ‚ÄúTem muita gente que acha que √© exposi√ß√£o, mas n√£o acho. Se ela n√£o tivesse feito aquela postagem, acho que a separa√ß√£o n√£o iria sair‚ÄĚ, brincou.

Cleusa na porta do cartório antes de assinar o divórcio РReprodução de vídeo / O Dia

Coment√°rios